PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Todos os municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral

Do total, três cidades cearenses — Ocara, Pacujá e Morrinhos — ainda não começaram a vacinar pessoas com menos de 54 anos. Outras 20 cidades do Estado já imunizam pessoas de 18 a 29 anos

Leonardo Maia
20:52 | 01/07/2021
Centro de Eventos tem sido um dos principais polos para a vacinação em Fortaleza. Na Capital, imunização avança para público de 35 anos nesta sexta-feira, 1º (Foto: Thais Mesquita)
Centro de Eventos tem sido um dos principais polos para a vacinação em Fortaleza. Na Capital, imunização avança para público de 35 anos nesta sexta-feira, 1º (Foto: Thais Mesquita)

Todos os 184 municípios cearenses já começaram a vacinar a população em geral contra a Covid-19, de acordo com dados desta quarta-feira, 30, do Vacinômetro, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). O critério corresponde às pessoas entre 18 e 59 anos, independente da presença de comorbidades ou de alguma posição social com maior risco epidemiológico, como o caso de profissionais da saúde e da segurança pública.

O início da vacinação para a população em geral começou em todas as idades para a faixa etária entre 59 e 55 anos, conforme determinado no Plano Nacional de Imunização (PNI) para que a imunização aconteça em ordem decrescente de idade. Em relação ao intervalo de 54 a 45 anos, apenas três cidades cearenses não iniciaram a vacinação. São elas: Ocara, Pacujá e Morrinhos.

As duas primeiras que mais vacinaram a população em geral, em números absolutos, são Fortaleza (429,8 mil doses) e Caucaia (47,1 mil doses), localizada na Região Metropolitana da Capital (RMF). Na sequência, aparecem Sobral (37 mil doses), localizada na região Norte do Estado, Maracanaú (28,9 mil doses), também na RMF, e Juazeiro do Norte (28 mil doses), na macrorregião do Cariri. (Veja a situação de cada município no fim da matéria).

Além disso, 20 municípios cearenses já começaram a vacinação na faixa etária mais jovem determinada até agora — entre 29 e 18 anos — já que não há definição para a imunização de adolescentes e crianças. Entre as cidades que já vacinam pessoas dessa idade, Guaramiranga se destacou no último domingo, 27, por ser a primeira do Estado a imunizar toda a população adulta cadastrada no Saúde Digital.

Ceará deve imunizar toda a população adulta até o fim de agosto

A intenção da Sesa é imunizar toda a população adulta do Estado com uma das doses até o dia 25 de agosto deste ano, conforme divulgado no Plano de Operacionalização para Vacinação contra Covid-19 no dia 11 de junho. Magda Almeida, secretária Executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa), ponderou que o Ceará pode ser um dos primeiros estados do Brasil a atingir esse objetivo.

No caso do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que todos os adultos “que quiserem ser vacinados” conseguirão receber a imunização ainda neste ano. No total, 27,1 milhões de brasileiros já foram vacinados com as duas doses contra a Covid-19 — equivalente a 12,9% da população. Com uma das doses, imunização que fornece uma proteção menor contra a doença, 101 milhões foram vacinados (35,2%). Os dados são da iniciativa Our World in Data, da Universidade de Oxford, que compila os dados da imunização.

A vacinação em massa permite que as atividades econômicas e comportamentais possam ser retomadas com segurança. Durante a Eurocopa, por exemplo, estádios de futebol estão recebendo públicos com dezenas de milhares de presentes. Nas semifinais e final do campeonato, 60 mil pessoas poderão acompanhar o evento na arena esportiva.

No Brasil, um experimento realizado na cidade de Serrana (SP) mostrou que a vacinação é eficaz para conter o avanço do vírus. Após o fim da imunização em massa, a cidade viu reduzir em 95% o número de mortes por Covid-19, o número de casos sintomáticos da doença caiu 80%, e a quantidade de hospitalizações teve uma queda de 86%.