Participamos do

Desospitalização: a partir de segunda, pacientes com Covid-19 serão levados para Recanto Uirapuru em Fortaleza

A Casa de Cuidados do Ceará foi estruturada no Hotel Recanto Uirapuru, em Fortaleza, e funcionará como transição entre o hospital e o domicílio do paciente. Local tem 130 leitos
14:54 | Jun. 16, 2021
Autor Lais Oliveira
Foto do autor
Lais Oliveira Estagiária do O POVO Online
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Criada para dar suporte na desospitalização de pacientes com Covid-19, a Casa de Cuidados do Ceará começa a funcionar a partir da próxima segunda-feira, 21, com capacidade de 130 leitos. O equipamento foi estruturado no Hotel Recanto Uirapuru, em Fortaleza, e funcionará como transição entre o hospital e o domicílio do paciente de longa internação, oferendo apoio de uma equipe multiprofissional de saúde.

O governador Camilo Santana (PT) apresentou o local nesta quarta-feira, 16, em transmissão ao vivo realizada nas redes sociais. "É uma ação pioneira, não conhecemos nenhuma nesse porte em outro estado. Vai ser importante para acolher, receber e humanizar o tratamento para pacientes de Covid-19 e suas famílias", ressaltou.

Os leitos serão distribuídos em três blocos, todos com acessibilidade, onde os pacientes poderão ficar com acompanhantes. Os acolhidos terão suporte de fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, médicos, assistentes sociais e fonoaudiólogos. A Casa conta com toda a estrutura de hotelaria, incluindo restaurante.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

No futuro, o local poderá também receber outros pacientes de longa permanência, segundo explicou Cláudia Regina Fernandes, assessora da Secretaria Executiva de Atenção à Saúde e Desenvolvimento Regional da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa).

"Posteriormente, poderemos atender outros pacientes de longa permanência, sequelados de AVC, em situações de finitude da vida, como neoplasias avançadas, que precisam de cuidado", comentou. Ainda segundo Cláudia, a ideia é que o projeto seja replicado para todo o Estado.

O governador Camilo também afirmou que futuramente a Casa poderá funcionar ainda como um espaço para formação de cuidadores. O titular da Sesa, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto, ressaltou na live que o equipamento reforça a política de tratamento humanizado disseminada pelo Estado.

"Fica muito clara a necessidade do sistema de saúde de estar cada vez mais perto das pessoas, acolher nas diversas fases do tratamento. A gente tem falado aqui em UTI, em internações em leitos complexos, mas nós queremos também disponibilizar um local para integrar essas pessoas na sociedade de uma maneira muito humanizada", destacou.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags