PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Estudantes da UFC criam projeto para auxiliar pessoas no cadastro da vacinação contra Covid-19

A mobilização já conta com 22 voluntários e busca também arrecadar recursos para promover doações

Gabriela Almeida
17:51 | 09/06/2021
Os alunos buscam auxiliar pessoas que não tem acesso à internet no processo de cadastramento no Saúde Digital (Foto: Reprodução/Saúde Digital)
Os alunos buscam auxiliar pessoas que não tem acesso à internet no processo de cadastramento no Saúde Digital (Foto: Reprodução/Saúde Digital)

Um grupo de estudantes dos cursos de Jornalismo e Publicidade da Universidade Federal do Ceará (UFC) criou, na última terça-feira, 8, o projeto "Cadastra Eu", mutirão que tem como objetivo ajudar cearenses sem acesso à internet a se cadastrarem na plataforma Saúde Digital, de vacinação contra a Covid-19. A mobilização já conta com 22 voluntários e busca também arrecadar recursos para promover doações.

Os alunos envolvidos no projeto pretendem atuar levando informações sobre o cadastro a todas as pessoas que não têm acesso à internet ou a equipamentos eletrônicos, incentivando e auxiliando essa população na hora de realizar o procedimento. Para isso, os integrantes vão fazer uso de equipamentos de proteção individual para irem até áreas urbanas de grande fluxo de pessoas, como terminais de ônibus e praças.

Além de abordar a população para informar e auxiliar sobre o processo, o grupo vai fazer um acompanhamento do cadastro. Ou seja, os estudantes vão cadastrar quem não tem conhecimento ou acesso sobre o assunto e acompanhar as listas de agendamento divulgadas, informando para a pessoa contemplada sobre o dia que ela deve ser imunizada e qual o posto de vacinação precisará comparecer.

LEIA MAIS | Passo a passo: como se cadastrar para a vacinação contra a Covid-19 no Ceará

Vacinação Covid-19: como me cadastrar e conferir se estou cadastrado e agendado?

"A iniciativa é importante porque ela soma forças para garantir que toda a população cearense esteja cadastrada no Saúde Digital, tenha ciência do agendamento e possa se vacinar. É um direito que deve ser assegurado, e o projeto viabiliza isso para as pessoas que não tem acesso à internet ou equipamentos", afirma Rogério Bié, estudante do curso de Jornalismo da UFC e um dos integrantes do movimento.

Rogério explica que o projeto se encontra agora na "fase de arrecadação de recursos", processo no qual o grupo está em busca de doações para comprar máscaras de proteção facial para a equipe e também para doar à população. Além disso, os integrantes pretendem produzir "materiais informativos sobre o cadastro".

O Ceará se encontra atualmente com quase todos os municípios avançando ou já na fase de vacinação da população geral contra a Covid-19. Essa etapa contempla adultos entre 18 a 59 anos, em ordem decrescente de idade, e é permitida após a imunização dos grupos considerados prioritários.

Veja como se cadastrar clicando aqui

Saiba como contribuir ou ser um voluntário

As doações podem ser realizados através do Pix, que é o e-mail do projeto: [email protected]. O grupo pretende prestar contas virtualmente, comprovando o uso dos valores por meio de relatórios publicados no Instagram: @cadastraeunavacina.

Na rede social, aliais, é possível entrar em contato com integrantes do projeto, assim como por e-mail. Esse passo é recomendado para quem desejar contribuir de alguma forma com o mutirão, seja por meio de doações, para tirar dúvidas ou se tornar um voluntário.