PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

China aprova uso emergencial da CoronaVac para crianças a partir dos 3 anos

País é o primeiro no mundo a aprovar uma vacina contra a Covid-19 em crianças. O início da vacinação para o público, no entanto, ainda não foi divulgado

Mirla Nobre
18:34 | 08/06/2021
China aprovou o uso emergencial da vacina CoronaVac contra a Covid-19 em crianças com idade acima de três anos a adolescentes de 17 anos (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
China aprovou o uso emergencial da vacina CoronaVac contra a Covid-19 em crianças com idade acima de três anos a adolescentes de 17 anos (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

A China aprovou o uso emergencial da vacina CoronaVac contra a Covid-19 em crianças com idade acima de três anos a adolescentes de 17 anos. A informação foi anunciada pelo presidente do laboratório Sinovac, responsável pela produção do imunizante, Yin Weidong, nessa sexta-feira, 4. Com a autorização, o país passa a ser o primeiro do mundo a aprovar uma vacina contra o novo coronavírus a crianças. O início da vacinação para esse público, no entanto, ainda não foi divulgado.

Conforme Yin Weidong, que concedeu entrevista à TV estatal chinesa CCTV, a Sinovac começou os testes na população menor de idade no início de 2021, e já concluiu os ensaios da primeira e segunda fases. Ele ainda destacou que após os ensaios clínicos, foi identificado que a aplicação nessa faixa etária "é tão segura e eficiente quanto para adultos". Os resultados dos estudos devem ser publicados, em breve, na revista britânica “The Lancet”.

LEIA MAIS | Covid-19: Saiba quais os efeitos colaterais das vacinas em uso no Ceará

 + Ceará pode receber doses da vacina russa Sputnik V em 10 dias; entenda

Na campanha de vacinação contra a Covid-19 na China, o país já havia aplicado 794 milhões de doses de vacina até o dia 7 de junho, conforme levantamento "Our World in Data", ligado à Universidade de Oxford. Em relação ao balanço da primeira e segunda doses, ainda não há dados sobre quantas doses foram aplicadas ou quantas pessoas estão completamente vacinadas. As informações são do portal G1.

Na China, além da CoronaVac, as vacinas da Sinopharm e da CanSino estão sendo utilizadas para a imunização da população. A da CanSino é dada em apenas uma dose; a CoronaVac e as da Sinopharm precisam da aplicação de duas doses para eficiência na imunização contra a doença. A CoronaVac e a vacina da Sinopharm fabricada em Pequim já têm autorização de uso emergencial da Organização Mundial da Saúde (OMS) em adultos.