PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"Tudo está parado porque não tem vacina", critica Ana Maria Braga

No programa Mais Você desta segunda-feira, 31, a apresentadora conversou com Ivete Sangalo

12:06 | 31/05/2021
Ana Maria Braga apresentando o programa Mais Você nesta segunda-feira, 31 de maio.  (Foto: Reprodução/ TV Globo)
Ana Maria Braga apresentando o programa Mais Você nesta segunda-feira, 31 de maio. (Foto: Reprodução/ TV Globo)

No programa Mais Você desta segunda-feira, 31, a apresentadora Ana Maria Braga apontou a falta de vacinação contra a Covid-19 como a causa para os atuais problemas econômicos no Brasil. Ana Maria exibiu imagens dos Estados Unidos com pessoas acompanhando jogos de basquete — o que é possível dado o avanço da vacinação por lá. A apresentadora lembrou que os comércios poderiam estar abertos se boa parte da população brasileira estivesse vacinada.

"Dá uma dor no coração saber que estamos longe disso acontecer. Se a gente pensar com consciência, comercio tá com problema porque não tem vacina, os jogos, faturamento das coisas, não tem vacina. A consequência sempre é a vacina", disse em conversa com a cantora Ivete Sangalo.

Ivete afirmou que não se pode normalizar a situação atual e também cobrou a vacinação em massa. "É uma responsabilidade com o povo. É um direito nosso ter a vacina para voltar", apontou. "Tenho fé em Deus que vai ter o momento de todos os vacinados. As pessoas precisam se encontrar."

Ana Maria Braga disse que o número de vacinados no Brasil poderia ser muito maior e elogiou o SUS e a capacidade de vacinação. "Se a gente tivesse com um plano de vacina que permitisse que 70% da população poderia já ter sido vacinada, porque temos um sistema de distribuição de vacinas muito eficiente no Brasil todo", afirmou. "Tudo está parado porque não tem vacina. Todos os problemas econômicos são pela falta da vacina".

Ontem, Ana Maria criticou o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Ela repostou a foto da atriz Monica Martinelli durante protestos ocorridos em todo o País no sábado, 29. "E adivinha quem recusou 14 ofertas de vacina?", escreveu a apresentadora.