PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Encontros no Dia da Mães podem ser momento de transmissão da Covid-19, alertam especialistas

Situação epidemiológica ainda não é tranquila e o ideal é evitar encontros presenciais. O POVO conversou com médicos e infectologistas quem explicam o que e o que não devemos fazer

Marcela Tosi
16:46 | 07/05/2021
Distanciamento, uso correto de máscara e higiene das mãos são medidas necessárias tanto em locais públicos quando em casa. (Foto: BÁRBARA MOIRA)
Distanciamento, uso correto de máscara e higiene das mãos são medidas necessárias tanto em locais públicos quando em casa. (Foto: BÁRBARA MOIRA)

Próximo domingo, 9, é um dia que promete agitações no Ceará. Não só é o Dia das Mães, data festiva popular, como é o primeiro fim de semana em que restaurantes e shoppings poderão abrir depois do lockdown de 2021. Entretanto, a circulação do coronavírus segue preocupanteO POVO conversou com médicos e infectologistas quem explicam o que e o que não devemos fazer.

Para o infectologista Kenny Colares, o ideal é promover encontros virtuais ou combinar uma comemoração para "um período um pouco mais tranquilo" da pandemia de Covid-19. "Como alternativas, para quem não pode ou não quer abrir mão, é seguir as recomendações de mínimo de pessoas, maior distanciamento e maior ventilação dos  espaços", recomenda.

"Embora a gente esteja flexibilizando, ainda existe um número muito grande de casos e uma alta circulação do vírus. Existe um risco de contágio e com alta presença da variante P1, que tem alta taxa de infectividade e de casos em pacientes mais jovens", explica Melissa Medeiros. A infectologista e os demais especialistas consultados reforçam a necessidade de distanciamento social, uso de máscara adequada cobrindo nariz e boca e higiene das mãos.

"Todo mundo sabe quais são essas três medidas básicas, mas parece que a gente esquece na prática -  principalmente quando a começa a sair de casa, a ver um familiar", pondera Melissa. "Não use do descuido porque não está doente. É possível estar com o vírus e estar transmitindo ele mesmo antes do início dos sintomas", alerta.

Algumas das principais recomendações são:

  • Idealmente, faça um encontro virtual
  • Em encontros presenciais, faça em local totalmente ao ar livre e longe de aglomerações de outros grupos (um quintal ou varanda, por exemplo)
  • Prefira ficar 100% do tempo ao ar livre
  • Mantenha-se de máscara e garanta que está bem ajustada
  • Nos momentos de refeição, quando precisa retirar a máscara, garanta estar distante das pessoas tant quanto possível - especialmente daquelas de grupo de risco
  • Evite abraçar e beijar
  • Prefira comprar o presente pela internet
  • Máscaras do tipo PFF2 ou N95 são o ideal, especialmente se for inevitável estar em local fechado, mal ventilado e com muita gente

O também infectologista Luciano Pamplona reforça que "a liberação de restaurantes no domingo não pode ser entendida como um convite ao almoço em família em ambiente publico". "Sem duvida, um descuido nesse dia de comemoração, poderá trazer problemas não apenas para a Cidade, mas para cada família. Deveremos buscar outras formas de comemorar o dia, com mais segurança", explica.

Liduína Rocha, médica do Coletivo Rebento, lembra que a Covid-19 é uma infecção transmitida por proximidade e pelas vias aéreas para a qual existe apenas prevenção. "A nossa realidade epidemiológica agora exige um comprometimento, uma generosidade, um amor com as pessoas no sentido de nos protegermos", enfatiza. "O maior ato de amor que podemos entregar e viver no Dia das Mães é o cuidado, o amor que não coloca a vida em risco."

Ela explica ainda que apesar de grande parte dos idosos estarem vacinados e de pessoas do grupo de risco começarem a receber suas doses, a vacina só será efetiva quando estiver acessível para a maioria. Quem já recebeu alguma dose, deve continuar mantendo cuidados. "Precisamos entender que não é indicado pessoas que não convivem na mesma casa estarem aglomerando no mesmo ambiente sem distanciamento e sem máscara", explica Liduína Rocha.