PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Período de isolamento em casos de internação deve ser de 20 dias

O infectologista da Sesa, Keny Colares, explica que o período de isolamento e transmissibilidade varia de acordo com a gravidade da doença

18:17 | 22/03/2021
Médicos observam exame de paciente em hospital de campanha em Guarulhos (SP) .12/05/2020.REUTERS/Amanda Perobelli (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Médicos observam exame de paciente em hospital de campanha em Guarulhos (SP) .12/05/2020.REUTERS/Amanda Perobelli (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)

De acordo com o médico infectologista da Secretaria Estadual de Saúde, Keny Colares, a maior parte das pessoas que tiveram Covid-19 podem transmitir o vírus, geralmente, dois dias antes de começar a perceber os sintomas e até dez dias depois do início deles. Nos casos mais graves, com internação, a orientação é de isolamento por vinte dias, a contar do primeiro dia de sintoma.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

O infectologista frisa que, em ambos os casos, é importante também estar sem febre por, pelo menos, 24h e ter melhora total ou, pelo menos, significativa dos outros sintomas. Há, ainda, casos “raríssimos” em que se recomenda isolamento por 60 dias. Colares explica que são situações de pessoas imunossuprimidas, que podem permanecer com o vírus por tempo prolongado. 

A Sesa reforça que o distanciamento social, o uso correto da máscara e a higienização constante das mãos são a melhor forma de proteção contra a Covid-19.