PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Vereador e cantor gospel Irmão Lázaro morre de complicações de Covid-19

Segundo a assessoria do vereador, devido às atuais circunstancias da pandemia, o enterro será restrito somente para familiares e ocorrerá na tarde deste sábado, 20, em Salvador, sua cidade natal

Júlia Duarte
08:46 | 20/03/2021
O cantor gospel foi eleito vereador em 2020  (Foto: Reprodução/Instagram)
O cantor gospel foi eleito vereador em 2020 (Foto: Reprodução/Instagram)

Morreu na noite desta sexta-feira, 19, o vereador e cantor gospel Irmão Lázaro (PL), em decorrência de complicações de Covid-19. Ele estava internado há quase um mês em um hospital a cerca de 100 km de Salvador, em Feira de Santana. A informação foi confirmada pela página oficial do cantor nas redes sociais.

"Foi com enorme pesar que recebemos ontem a triste notícia do falecimento do nosso amigo, pastor, vereador, líder, Irmão Lázaro", escreveu a conta. Segundo o comunicado, o óbito ocorreu por parada cardiorrespiratória decorrente da Covid 19.

Segundo a assessoria do vereador, devido às atuais circunstancias da pandemia, o enterro será restrito somente para familiares e ocorrerá na tarde deste sábado, 20, em Salvador-BA, sua cidade natal. "O que conforta os nossos corações é saber que “ainda bem que ele vai morar no céu, ainda bem que ele vai morar com Deus”. A luta do Irmão Lázaro passou, ele agora descansa nos braços de Deus, e a nossa oração agora é para que Deus conforte os nossos corações e seguimos com a esperança que Essa Luta vai passar", finalizou a postagem.

De acordo com o último boletim ainda noite de sexta-feira, o quadro do vereador era muito delicado. O texto dizia que ele não tinha apresentado nenhuma intercorrência, permanecendo estável, mas o quadro era ainda grave e precisava de muito cuidados.

Irmão Lázaro tinha sido diagnosticado com a Covid-19 no dia 15 de fevereiro, mas realizava o tratamento em casa até 22 de fevereiro, quando ele sentiu desconforto, febre e procurou atendimento. No hospital, foi comprovado que ele estava com metade dos pulmões comprometidos e ele ficou internado em um leito clínico. No dia 25, ele precisou ser transferido para UTI e precisou ser intubado. Ele seria transferido para outra unidade particular, em Salvador, mas o quadro de saúde se agravou e os médicos preferiram suspender a transferência.

Carreira e repercussão 

Irmão Lázaro foi eleito vereador de Salvador em 2020, com 4.273 votos. Ele já tinha sido deputado federal entre 2015 e 2018, ano em que concorreu a uma vaga no senado, mas não conseguiu a eleição.

Lázaro começou sua carreira musical na década de 90, quando foi integrante do grupo Olodum. Anos depois ele desistiu do grupo e seguiu a carreira de cantor gospel após se converter à religião evangélica. O artista fazia sucesso nacionalmente no gênero. 

Políticos e artistas escreveram sobre a morte do cantor. O prefeito de Salvador, Bruno Reis, comentou a perda do artista e solidarizou pela dor da família. "Mais uma perda lamentável! Irmão Lázaro foi um artista fora de série que superou todos desafios com sua sabedoria e talento. Suas músicas fazem parte da minha vida e jamais irei esquecer da sua forma simples e carinhosa com todos. Que Deus conforte sua família e seus amigos!", escreveu nas redes sociais. 

ACM Neto, ex-prefeito de Salvador, também escreveu. "Hoje, com tristeza, me despeço de Irmão Lázaro, mais uma vítima da covid. Não são só números. São vidas, histórias, famílias em luto. Lázaro era um grande companheiro da vida pública, um homem de fé e um artista que emocionou muita gente com sua voz inconfundível", disse. Já André Valadão, cantor gospel e pastor, deixou uma mensagem de paz. "Irmão amado. No colo do Papai. 'Eu vou subir' vá em paz".