PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Com quatro vezes mais internações diárias por Covid-19, OTOclínica amplia leitos

Hospital tem 32 leitos de UTI e 80 de enfermaria dedicados a pacientes com o novo coronavírus

Marcela Tosi
14:14 | 05/03/2021
Conforme a direção da OTOclínica esforços estão sendo direcionados para atender a crescente demanda de pacientes com Covid-19.  (Foto: Divulgação/Hospital Otoclínica)
Conforme a direção da OTOclínica esforços estão sendo direcionados para atender a crescente demanda de pacientes com Covid-19. (Foto: Divulgação/Hospital Otoclínica)

Em apenas quatro dias de março, o Hospital OTOClínica Matriz já recebeu e internou 58 pacientes com confirmação ou suspeita de Covid-19. O número representa uma média de internações diárias quatro vezes maior que a registrada em janeiro de 2021. Do início do ano até essa quinta-feira, 4, 391 pessoas já foram internadas com sintomas da doença na unidade.

Acompanhe o aumento de internações por Covid-19 na unidade


Janeiro: 114 pacientes (média de 3,7 internações por dia)
Fevereiro: 219 pacientes (média de 7,8 internações por dia)
Março*: 58 pacientes (média de 14,5 internações por dia)
* até o dia 4 de março

Atualmente, o Hospital conta com 32 leitos de UTI e 80 unidades abertas dedicadas a pacientes com o novo coronavírus. Em janeiro eram, respectivamente, 12 e oito. A perspectiva é abrir 13 novos leitos até o fim do mês.

O grupo também tem investido em contratações: foram 215 deste janeiro. Até o fim de março, o número deve chegar a 250 profissionais. 

“O momento pelo qual passamos é bastante difícil. Nossos médicos e colaboradores estão passando por uma sobrecarga física e emocional enorme”, afirmou em carta aberta Victor Moreira, CEO do Grupo OTO. “Estamos concentrando nossos esforços por meio da compra de novos equipamentos, da criação de novas unidades e da ampliação das nossas equipes. Não tem sido fácil, porém, temos a convicção de que nossa equipe sempre fará o melhor, firmes no propósito de cuidar.”

"Além disso, estamos ajustando e aperfeiçoando nossos fluxos e protocolos, bem como adequando a logística de insumos para que, dessa forma, possamos suprir, da melhor maneira possível a demanda que nos é apresentada", explica. Ele destaca que a unidade continuará de portas abertas, assim como ocorreu em 2020.