PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Mais de 600 estabelecimentos são fechados temporariamente por descumprimento do novo decreto

Entre as novas medidas de combate à Covid-19 na Capital, as atividades não essenciais têm o funcionamento restrito entre 6h e 20 horas. No final de semana, bares, restaurantes e barracas de praia funcionam até as 15 horas

Mirla Nobre
17:44 | 08/02/2021
Anteriormente, era comum que interdições acontecessem somente após reincidência. (Foto: Aurelio Alves)
Anteriormente, era comum que interdições acontecessem somente após reincidência. (Foto: Aurelio Alves)

No primeiro final de semana após o anúncio do novo decreto sanitário com novas medidas de combate à Covid-19, em Fortaleza, 17 estabelecimentos foram interditados pela Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Com a interdição, os locais ficam impedidos de abrir por sete dias. Ao todo 39 estabelecimentos foram fiscalizados com apoio da Guarda Municipal. Foram feitas ainda 15 autuações e 11 notificações entre estabelecimentos comerciais, dentre bares, restaurantes e casas de eventos. No Estado, mais de 600 estabelecimentos chegaram a ser fechados temporariamente.

Pela Vigilância Sanitária, de 4 a 7 de fevereiro, 160 estabelecimentos em Fortaleza foram fiscalizados com apoio da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Destes, 147 estavam cumprindo o decreto de prevenção contra a disseminação da Covid-19. Durante o trabalho de fiscalização, seis estabelecimentos foram interditados.

Leia Também | Qual a punição para estabelecimento que descumprir o decreto em Fortaleza

A Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) fechou 627 estabelecimentos por descumprir o decreto. O POVO procurou o órgão e aguarda resposta para saber o motivo pelo quais os locais foram fechados. Ao todo, 1.276 foram fiscalizados e 649 orientados pelo órgão com apoio das equipes do Batalhão de Polícia de Meio Ambiente (BPMA), do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e do Policiamento Ostensivo Geral (POG).

Entre as novas medidas de combate à Covid-19 na Capital, as atividades não essenciais têm o funcionamento restrito entre 6h e 20 horas. No final de semana, bares, restaurantes e barracas de praia funcionam até as 15 horas. Essas atividades poderão atender, nesse período, por meio de delivery. E podem funcionar normalmente, após 20h, farmácias, supermercados, postos de combustíveis, imprensa, segurança privada, funerárias, serviços de saúde e outros serviços essenciais. As medidas seguem até o dia 17 de fevereiro.

O que poderá funcionar de 20 horas às 6 horas do dia seguinte

- Serviços públicos essenciais

- Farmácias

- Supermercados/congêneres

- Postos de combustíveis

- Hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos de emergência

- Laboratórios de análises clínicas

- Segurança privada

- Imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral

- Funerárias