PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Saúde informa ao STF que 7 estados não têm seringas para iniciar vacinação contra Covid-19

Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina estão sem os insumos necessários para começar vacinação contra Covid-19. Conforme a pasta federal, a aquisição desses produtos é normalmente feita pelos Estados.

Lais Oliveira
08:11 | 14/01/2021
Vacina, vacinação,seringa, covid 19 (Foto: Reuters/Michael Weber/Imago Imagens/Direitos reservados)
Vacina, vacinação,seringa, covid 19 (Foto: Reuters/Michael Weber/Imago Imagens/Direitos reservados)

O Ministério da Saúde informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) nessa quarta-feira, 13, que sete estados do Brasil não têm seringas e agulhas para a campanha de vacinação contra o coronavírus. Segundo o ofício, Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina estão sem condições de atender à inicial demanda dos grupos prioritários de vacinação. 

“Em uma análise mais detalhada, observando o estoque de cada estado, verifica-se que apenas os Estados do Acre, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco e Santa Catarina não teriam estoque suficiente para suprir essa demanda inicial, caso houvesse a disponibilidade imediata das 30 milhões de doses [da vacina contra a Covid-19]”, comunica o ministério.

Conforme a pasta federal, a aquisição desses produtos é normalmente feita pelos estados. O documento foi enviado pelo órgão para cumprir decisão do ministro Ricardo Lewandowski, que havia determinado que o Ministério da Saúde comprovasse o estoque dos insumos.

“Com relação à comprovação dos estoques dos referidos insumos, cumpre-nos informar que, via de regra, as aquisições são realizadas pelos próprios Entes federados, cabendo à União o fornecimento dos imunobiológicos necessários para a execuções das ações de imunização. Por esse motivo, este Ministério não possui estoque disponível para a realização da referida campanha de vacinação”, diz o documento.

Veja o ofício do Ministério da Saúde na íntegra

Uma tabela anexa ao documento datada do dia 8 de janeiro revela total de estoque informado pelas unidades da Federação. O Ceará tem 2,28 milhões de seringas e agulhas, de acordo com o levantamento

LEIA TAMBÉM | Covid: Camilo anuncia que já adquiriu oito milhões de seringas e agulhas para vacinação no Ceará

O Ministério da Saúde diz que estados somam de mais de 52 milhões de seringas e agulhas "aptas para a realização da vacinação". A pasta explica que a distribuição das vacinas será realizada de forma gradual, de acordo com a disponibilidade dos laboratórios, logo a "necessidade imediata desses insumos não será em sua totalidade."

"Com os recentes acordos realizados, estima-se receber 10,7 milhões de doses em janeiro deste ano e 9,3 milhões de doses em fevereiro", completa o órgão.

O governo também afirma que pediu 40 milhões de seringas por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A pasta deve publicar um novo pregão eletrônico para obter mais 290 milhões de seringas. Na nova edição, haverá requisição das seringas já com agulhas e das seringas separadamente.