PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Veja como se cadastrar para receber a vacina contra Covid-19

A secretária-executiva de Vigilância e Regulação do Ceará afirma a necessidade de uma cadastro no SUS para a vacinação

13:03 | 12/01/2021
Aqui, acesse com CPF (Foto: REPRODUÇÃO/CONECTESUS)
Aqui, acesse com CPF (Foto: REPRODUÇÃO/CONECTESUS)

Com a proximidade da vacinação contra Covid-19 — que pode começar na próxima semana, segundo projeções do Governo Federal — a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) orienta a população a se cadastrar no Sistema Único de Saúde (SUS) — para quem ainda não está registrado. O cadastramento da população, além dos profissionais que aplicarão a vacina e dos locais são passos preparatórios para iniciar a vacinação, conforme explicou Magda Almeida, secretária-executiva de Vigilância e Regulação do Ceará, em entrevista nesta terça-feira, 12, a Maisa Vasconcelos e Farias Júnior no O POVO no Rádio, na rádio O POVO CBN.

FIQUE POR DENTRO | Confira aqui o que se sabe até agora sobre a vacinação no Estado

O cadastro no sistema ConectSUS pode ser feito 100% online. A orientação é não procurar postos de saúde e dar preferência ao site na web ou ao app.

PARA FAZER O CADASTRO, ACESSE AQUI

1. No começo aparecem telas de boas vindas (veja abaixo). Você pode ler rapidamente todas elas, ou pular logo até a tela de início.

Tela de entrada
Tela de entrada (Foto: REPRODUÇÃO/CONECTESUS)

2. Na página abaixo, após as boas vindas, escolha entrar.

Acesso
Acesso (Foto: REPRODUÇÃO/CONECTESUS)

3. Na tela abaixo, informe seu CPF. Não importa se você não lembra se já está cadastrado. Aqui você saberá e será encaminhado ou ao cadastro ou à sua conta.

Aqui, acesse com CPF
Aqui, acesse com CPF (Foto: REPRODUÇÃO/CONECTESUS)

4. Caso não tenha cadastro, você precisará validar suas informações pessoais, como data de nascimento.

5. Será necessário, caso ainda não tenha, criar uma senha. E também informar email ou número de telefone para receber código de validação.

6. Ao conferir e aceitar os termos de uso, o cadastro estará pronto. 

Na ferramenta, é possível observar detalhes médicos, como consultas e exames marcados, além do cartão de vacinas. "A gente precisa que as pessoas que ainda não tem cadastro no SUS façam esse cadastro", afirmou Magda. Os vacinadores também precisam realizar um cadastro.

Quando questionada sobre a possibilidade de problemas no sistema pelo grande número de inscrições e acessos, Magda explicou: “A gente já vem se preparando há mais de uma mês dentro da Sesa com os municípios, em relação à vacinação. O grande desafio foi por conta das eleições municipais, então é natural que haja troca de equipes e aí a gente esperou até janeiro pra começar esse treinamento com as equipes que vão realmente aplicar e fazer o acompanhamento dessa vacina.” De acordo com a secretária-executiva, 6 milhões de cearenses já estão inscritos no Sus, restando aproximadamente 3 milhões. Dos 184 municípios, 141 já fizeram o cadastro, restando 43 para a finalização do processo.

Sobre a quantidade de doses da vacina direcionadas para o Estado, Magda disse que depende da aprovação da Anvisa: ”A gente tem uma meta de ter 2,6 milhões de pessoas no Ceará vacinadas, que fazem parte desse grupo prioritário. A gente não sabe ainda quantas doses vão chegar. O governo já assinou cartas de intenções com o (Instituto) Butantan e com a Pfizer para a compra de vacina, então a gente tá na espera de qual vacina vai ser autorizada primeiro, e qual vai chegar ao Estado. A logística de como vai ser distribuídas, e que grupo vai ser, vai depender muito da quantidade de doses que vai chegar ao Ceará”.