PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Começa no Reino Unido aplicação de vacina cuja importação foi aprovada no Brasil

É a segunda vacina em uso no Reino Unido, que já havia iniciado a aplicação da produzida por Pfizer/BioNTech

06:24 | 04/01/2021
Brian Pinker, de 82 anos, foi o primeiro a receber dose da vacina da Oxford/AstraZeneca, aplicada pela enfermeira Sam-Foster (Foto: Steve-Parsons/AFP)
Brian Pinker, de 82 anos, foi o primeiro a receber dose da vacina da Oxford/AstraZeneca, aplicada pela enfermeira Sam-Foster (Foto: Steve-Parsons/AFP)

O Reino Unido se tornou nesta segunda-feira,4, o primeiro país a utilizar a vacina do laboratório britânico AstraZeneca e da Universidade de Oxford contra a covid-19, acelerando desta forma a campanha de vacinação iniciada em dezembro após o agravamento da pandemia.

Brian Pinker, um britânico de 82 anos, recebeu no hospital Churchill da Universidade de Oxford a vacina "nacional", anunciou o Serviço Nacional de Saúde (NHS), que informou que 520 mil doses estão preparadas para distribuição.

É a segunda vacina em uso no Reino Unido, que já havia iniciado a aplicação da produzida por Pfizer/BioNTech, em 8 de dezembro de 2020. A aprovação emergencial para uso da vacina da Oxford/AstraZeneca foi dada em 30 de dezembro. O Reino Unido é o primeiro país a concedê-la.

Vacina no Brasil

A vacina Oxford/AstraZeneca teve aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do Brasil pedido da Fiocruz para importação de 2 milhões de doses, em caráter excepcional. A aprovação ocorreu em 31 de dezembro, mesmo dia em que o pedido foi feito. A Fiocruz é parceira da Oxford/AstraZeneca na produção da vacina no Brasil. A expectativa é de que as doses cheguem ainda em janeiro.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >