PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Vacina da Covid: seis milhões de seringas, agulhas e câmaras refrigeradas chegam ao Ceará em janeiro

Vacinação deve começar em fevereiro no estado do Ceará. Doses da vacina da Covid serão distribuídas de forma fracionada, à medida que forem repassadas pelo Ministério da Saúde

Matheus Facundo
19:17 | 18/12/2020
Em outubro, a Secretaria de Saúde do Ceará informou que foram compradas 147 câmaras de refrigeração para doses da vacina da Covid-19 (Foto: Divulgação/Sesa)
Em outubro, a Secretaria de Saúde do Ceará informou que foram compradas 147 câmaras de refrigeração para doses da vacina da Covid-19 (Foto: Divulgação/Sesa)

Seis milhões de agulhas e seringas, assim como câmaras refrigeradas para armazenamento de vacinas, chegam ao Ceará na primeira quinzena de janeiro, como parte da operacionalização da vacina contra a Covid-19. Informação é da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), que afirma já ter 2 milhões de seringas e agulhas prontas em estoque. Serão compradas ao todo mais de 17 milhões de seringas de 1ml e 3ml com agulha 25×7 para vacinação

Conforme anunciado pelo governador Camilo Santana (PT), a estimativa é que a vacinação comece no Ceará em fevereiro, com meta mínima de vacinação de 95% dos grupos prioritários, totalizando 1.794.076 pessoas. Doses serão distribuídas de forma fracionada, à medida que forem repassadas pelo Ministério da Saúde.

Em outubro, a Sesa informou que foram compradas 147 câmaras de refrigeração, em ação para antecipar e agilizar o processo quando a vacina ficasse pronta. "A vacinação acontecerá em estratégia de campanha, intercalando com o momento da vacinação contra influenza", diz a pasta.

Freezers de alta potência doados

O Estado ainda contará com reforço de oito freezers de alta potência para o armazenamento das vacinas contra o novo coronavírus. Os equipamentos foram cedidos Universidade Federal do Ceará (UFC) à Sesa. "Os equipamentos pertencem à Faculdade de Medicina da UFC e têm capacidade para conservar cerca de 53 milhões de doses a uma temperatura de 70 graus negativos", explica nota da instituição.

O titular da Sesa, Dr. Cabeto, esteve no campus da UFC em Porangabuçu nesta sexta-feira. "A estrutura que a UFC dispõe resolve toda a problemática de armazenamento do Ceará. Essa iniciativa mostra a força da Universidade, do Estado, em prover infraestrutura para que essa vacinação aconteça o mais rápido possível", pontuou o secretário.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >