Participamos do

Morcegos asiáticos carregam outros coronavírus como o Sars-Cov-2, diz virologista

A doutora Shi Zhengli reforçou, em webinário, a importância de monitorar esses vírus em todos os países fronteiriços ao sul e sudeste da China
10:40 | Dez. 05, 2020
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Morcegos localizados nas regiões fronteiriças do sul e sudeste da China carregam outros coronavírus que podem saltar para humanos, afirma a doutora Shi Zhengli, virologista proeminente da Wuhan Institute of Virology. Ela é chamada de “Mulher Morcego” por suas pesquisas com coronavírus em morcegos.

Segundo a doutora Shi, é importante que esses vírus sejam monitorados não apenas na China, como em todos os países sul asiáticos. O comentário ocorreu em um webinário organizado pelas French medical and veterinary academies, na ocasião em que dois times internacionais estão se preparando para investigar as origens da pandemia um ano antes de ter começado oficialmente. Uma das equipes é coordenada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e a outra pelo jornal médico Lancet.

Uma das possibilidades é de que o vírus foi transmitido do morcego para outro animal e, dele, para um humano muito tempo antes das primeiras infecções notificadas. Também é incerto por quanto tempo o vírus estava circulando nesse animal ou humano, analisa Shi.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao The Guardian, o virologista Edward Holmes, da Universidade de Sydney, projetou que é ainda “perfeitamente possível” que o evento inicial de transmissão cruzada de espécies sequer tenha acontecido dentro ou ao redor de Wuhan. Até o momento, a equipe da doutora Shi não conseguiu detectar o coronavírus em animais de fazendas ou na vida selvagem ao redor de Wuhan.

As informações são do jornal inglês The Guardian. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags