PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Bares, lanchonete e posto de gasolina são notificados por descumprirem isolamento em Fortaleza

Uma lanchonete foi autuada e dois bares e um posto de combustíveis foram notificados. As ocorrências aconteceram nos bairros Pici, Cajazeiras, Cidade dos Funcionários e Parque Manibura

Gabriela Feitosa
11:46 | 17/10/2020
Equipamento sonoro conhecido como
Equipamento sonoro conhecido como "paredão" foi apreendido no bairro Cajazeiras (Foto: Divulgação/SSPDS)

Quatro estabelecimentos comerciais de Fortaleza foram flagrados descumprindo decretos estadual e municipal de combate à Covid-19. Uma lanchonete foi autuada e dois bares e um posto de combustíveis foram notificados. As ocorrências aconteceram nos bairros Pici, Cajazeiras, Cidade dos Funcionários e Parque Manibura. Um bar no Montese também foi autuado por obstruir o espaço público com mesas e cadeiras. Órgãos de segurança pública realizaram operação entre a quinta e a sexta-feira, 17.

As informações são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que reuniu diversos órgãos estaduais e municipais para reforçar e fiscalizar as medidas de enfrentamento contra a Covid-19 na cidade. As ações foram simultâneas em diferentes bairros da Capital. Operação também atendeu casos de perturbação de sossego.

Ao todo, a operação resultou em 35 autos de infrações a motoristas, três notificações a estabelecimentos irregulares, oito multas de trânsito, além das apreensões de um "paredão" e o recolhimento de veículos na Capital durante os dois dias.

Veja com detalhes:

Covid-19

Durante o monitoramento noturno da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), quatro estabelecimentos comerciais foram flagrados descumprindo os decretos estadual e municipal de enfrentamento à Covid-19. Uma lanchonete foi autuada, e dois bares e um posto de combustíveis foram notificados. As ocorrências aconteceram nos bairros Pici, Cajazeiras, Cidade dos Funcionários e Parque Manibura. Um bar no Montese também foi autuado por obstruir o espaço público com mesas e cadeiras.

Poluição sonora

A operação de combate à poluição sonora resultou na apreensão de um equipamento sonoro, conhecido como “paredão”, no bairro Cajazeiras, e na autuação de dois postos de combustíveis. O Corpo de Bombeiros Militar notificou três estabelecimentos comerciais que não possuem Certificado de Conformidade, documento que confirma a disponibilidade de equipamentos de segurança contra incêndio e pânico nas edificações no Estado.

Operação teve outros alvos

Conduzidos pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS, os trabalhos da operação também tiveram como alvo o combate aos Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVP) na região do bairro Bom Jardim. Diversas saturações foram realizadas. Um mandado de prisão civil em aberto por falta de pagamento de pensão alimentícia também foi cumprido contra um homem. Ele foi apresentado no 32º Distrito Policial, unidade plantonista da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

Houve ainda blitze de fiscalização para a realização de abordagens a motoristas e passageiros de veículos de aplicativos, motocicletas e automóveis particulares, bem como a pedestres. O Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) lavrou 35 infrações e apreendeu sete veículos que foram encontrados com irregularidades. Já a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) contabilizou oito multas relativas a estacionamento irregular e desrespeito ao bloqueio montado durante a operação.

Ao todo, a operação mobilizou 90 agentes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Também participaram agentes da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) e da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis).