PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Reabertura das escolas públicas e privadas no Ceará pode ocorrer gradualmente até outubro, segundo proposta do Governo

Protocolo de retomada das atividades presenciais deve contemplar testagem massiva para detecção do novo coronavírus em alunos, professores e funcionários das escolas

Ismia Kariny
11:29 | 26/08/2020
As escolas estão se preparando para a volta às aulas quando for permitido pelo Governo do Estado (Foto: FCO FONTENELE)
As escolas estão se preparando para a volta às aulas quando for permitido pelo Governo do Estado (Foto: FCO FONTENELE)

A reabertura das escolas públicas e privadas no Ceará, com atividades presenciais, está prevista para começar em setembro, segundo o secretário da Saúde do Estado (Sesa), Dr. Cabeto. Em entrevista à rádio Jangadeiro, Cabeto explicou que uma proposta de retomada em fases foi estruturada pelo Governo do Ceará, mas deve passar por avaliação do Comitê Científico ainda nesta semana, antes de ser formalizada.

LEIA MAIS | Coluna Érico Firmo: As escolas e o retorno

“Fizemos várias reuniões com os secretários municipais e estaduais de educação; com reitores, economistas e epidemiologistas, e agora nós vamos levar as propostas para esse comitê”, destacou o titular da Sesa. Segundo Cabeto, entre as propostas há um plano de retomada das atividades presenciais nas redes de ensino, que segue os mesmos moldes do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais do Estado do Ceará.

Leia também | "Não há absolutamente nada definido ainda", reforça Governo do Ceará sobre retomada de eventos em setembro

“Tem uma proposta de faseamento com percentuais de abertura, colocando prioridades ora por atenção à educação infantil, ora para o ensino universitário. Vamos agora discutir quem fica em que fase; e isso provavelmente começaria em setembro e se encaminharia até outubro”, detalhou o secretário.

Também na entrevista, Cabeto informou que a retomada das atividades presenciais deve seguir protocolo de testagem massiva para detecção do novo coronavírus em alunos, professores e funcionários das escolas. Para os profissionais do magistério, os exames devem ocorrer antes da reabertura gradual das redes de ensino.

“Há, sim, uma estruturação para testagem nas escolas de forma aleatória e de número importante, uma vez que a gente decida que essa reabertura vai acontecer. Estamos nos preparando para executar isso nas escolas estaduais, municipais e nas escolas privadas, para que a gente conheça qual é a circulação viral e bloquear surtos”, informou Cabeto.

O secretário também alertou que pais e responsáveis devem realizar testes para detecção do vírus causador da Covid-19, caso percebam que estão com sintomas da doença. As crianças que apresentarem sintomas da infecção também devem ser testadas. Para isso, podem procurar o atendimento por telemedicina nos canais da Secretaria Estadual de Saúde e por meio do site saúde digital.