PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Novo decreto segue proibindo reabertura de escolas, bares e cinemas em Fortaleza

Macrorregiões de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe avançam à fase 3 e Cariri vai para a segunda etapa. Determinações valem a partir da próxima segunda-feira, 17

Matheus Facundo
19:44 | 14/08/2020
Camilo divulgou novas diretrizes da reabertura no Ceará após reunião do Comitê Científico nesta sexta-feira, 14
 (Foto: Reprodução/Twitter)
Camilo divulgou novas diretrizes da reabertura no Ceará após reunião do Comitê Científico nesta sexta-feira, 14 (Foto: Reprodução/Twitter)

O governador Camilo Santana (PT) divulgou as definições do novo decreto da reabertura econômica no Ceará nesta sexta-feira, 14, e informou que cinemas, bares, aulas presenciais em escolas e eventos seguem proibidos de retornar na Capital e na macrorregião de Fortaleza. Macrorregiões de Sobral, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe avançam à fase 3.

"Sobre os setores ainda não autorizados a funcionar, informamos que nossas equipes continuam avaliando indicadores, cenários e protocolos para a tomada de decisões, como temos feito desde o início da pandemia. Sempre com critério, responsabilidade e colocando a vida em primeiro lugar", publicou o chefe do Executivo Estadual. As novas regras entram em vigor a partir da próxima segunda-feira, 17.

LEIA MAIS| Camilo anuncia que aulas presenciais devem voltar apenas em setembro, se cenário for favorável

Em Sobral e nos demais territórios que avançam para a terceira fase da retomada, serão liberados espaços públicos para atividades físicas e individuais, como calçadões e praças. Celebrações religiosas aumentam a capacidade para 50% pessoas e seguindo protocolos sanitários.

Camilo Santana informou ainda que a macrorregião de saúde do Cariri, que também engloba a região Centro-Sul, segue, a partir da próxima segunda, para a fase 2. Nesta etapa, é liberada a volta de restaurantes no horário de 9 horas às 16 horas e igrejas, com até 20% da capacidade.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >