PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Morre primeiro oficial de justiça cearense da ativa por Covid-19

Marcos Uchoa, de 53 anos, estava internado com a doença desde o último dia 15 de julho e seu quadro de saúde piorou com uma infecção hospitalar

Matheus Facundo
21:05 | 11/08/2020
 Durante a pandemia, o oficial seguiu trabalhando para cumprir mandados judiciais (Foto: Reprodução/Sindojus-CE)
Durante a pandemia, o oficial seguiu trabalhando para cumprir mandados judiciais (Foto: Reprodução/Sindojus-CE)

Morreu, na tarde desta terça-feira, 11, Marcos Antônio Uchoa de Freitas, oficial de justiça de 53 anos atuante no município de Caridade, no interior do Ceará, em decorrência da Covid-19. Ele é o primeiro profissional na categoria, da ativa, a ser vítima da doença, de acordo com o Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus-CE).

Segundo nota de falecimento da entidade, Marcos não possuía comorbidades para o coronavírus. Ele estava internado desde o último de 15 de julho em uma unidade de saúde em Fortaleza e teve o quadro de saúde agravado após uma infecção hospitalar. Durante a pandemia, Marcos Uchoa seguiu trabalhando para cumprir mandados judiciais pela comarca de Caridade.

O cearense ingressou na carreira em 1997, na comarca de Assaré e, posteriormente, se mudou para Caridade, onde atuou até ser diagnosticado com a doença. O oficial deixa esposa e um filho de oito anos. "Era um pai muito amoroso, presente, muito dedicado à família. É uma perda muito grande. A gente tinha muitos planos", afirmou ao Sindojus-CE Débora Alves Costa, companheira de Marcos.

Vagner Venâncio, presidente do Sindojus, que ingressou no mesmo concurso de Uchoa, lamenta a perda: "A categoria está em luto. Sentimo-nos honrados pelo grande profissional que foi".

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >

Bolsonaro x governadores: quem vence a guerra política do coronavírus. Ouça o podcast

Listen to "Jogo Político" on Spreaker.