PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

"Foi um guerreiro, filho", diz mãe sobre criança de um ano que morreu por Covid-19 em Tamboril

Dias antes de Lucas morrer, a mãe, Jessika Ricarte, fez um apelo por mais empatia e consciência das pessoas, diante da pandemia: "Essa doença está longe de ser uma ‘gripezinha’", disse

Ismia Kariny
09:59 | 09/07/2020
Lucas tinha apenas um ano. Pais e a funcionária da casa testaram negativo para Covid-19 (Foto: Reprodução/Facebook)
Lucas tinha apenas um ano. Pais e a funcionária da casa testaram negativo para Covid-19 (Foto: Reprodução/Facebook)

 

Bebê de apenas um ano de idade morreu em Tamboril, vítima da Covid-19. Em publicação na rede social, a mãe da criança, Jessika Ricarte, disse que o filho lutou por 35 dias, mas não resistiu e veio a óbito na última quarta-feira, 8. “Hoje, estou em Sobral para acompanhar o corpinho que carreguei no ventre, amamentei, ajudei a andar, comer, brinquei, chorei junto, consolei”, conta a mãe de Lucas no Facebook.

Após saber que o filho não havia resistido às complicações da doença, a mãe compartilhou a notícia com amigos e familiares: “Dia triste para nossa família e todos os que rezavam por sua recuperação. Você foi um guerreiro filho! Nos deu grandes lições de amor, fé e superação. Te amamos muito, nosso zumbizinho, pacotinho, nosso maior presente e nosso eterno bebê milagre”, escreveu.

Dias antes de Lucas morrer, Jessika Ricarte fez um apelo por mais empatia e consciência, diante da pandemia. No relato, a mãe disse estar revoltada e ferida ao ver pessoas menosprezando a gravidade da doença, e que a Covid-19 está longe de ser “uma gripezinha”. “Cada dia, mais relatos de pessoas são como o do nosso filho, [ele] se contaminou sem sair na rua, se contaminou sem ter contato com ninguém exceto a família, que deu negativo, e como explicar?”, questiona.

“Toda vez que escuto os números dessa doença no mundo, eu penso, minha família está nestes números, e não fizemos nada para merecer estar! Enquanto muitos de vocês que leram essa mensagem, estão farreando, se reunindo com seus familiares distantes(...) minha família que estava cumprindo a quarentena foi afetada!”, disse ela no Facebook.

O POVO entrou em contato com Jessika Ricarte e foi informado de que ela está a caminho de Fortaleza, onde Lucas será sepultado, no cemitério da Parangaba, às 13 horas.

“Foi uma difícil decisão, já que meu filho conquistou tantos corações na cidade onde eu desejava que ele crescesse, que nos acolheu com carinho há 7 anos. É uma grande dor, não poder estar com todos que rezaram por ele neste momento, mas sei que como estiveram conosco nesses 35 dias, em pensamento, estarão hoje também”, disse a mãe em publicação no Facebook, na manhã desta quinta-feira.