PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Fase 3 do isolamento libera espaços públicos sem aglomeração e mantém proibidos restaurantes à noite e barracas de praia

Espaços públicos da Capital, como praias e calçadões, passam a ser liberados para atividades físicas individuais. Restaurantes continuam sem poder funcionar pela noite, e barracas de praia ainda não estão liberadas

Gabriela Custódio
12:56 | 04/07/2020
 (Foto: REPRODUÇÃO)
(Foto: REPRODUÇÃO)

Neste sábado, 4, o governador Camilo Santana (PT) renovou o decreto de isolamento social por mais sete dias no Estado. Além disso, a partir de segunda-feira, 6, Fortaleza entra na Fase 3 do plano de reabertura das atividades econômicas e comportamentais, e a macrorregião de Fortaleza, que estava na Fase 1, passa para a Fase 2. O anúncio foi feito pelo governador e pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), em pronunciamento ao vivo por meio das redes sociais.

"A decisão é que Fortaleza, que estava na Fase 2, passa para a Fase 3, porque todos os indicadores continuam diminuindo: a procura por assistência nas unidades de saúde, número de pessoas em leitos de UTI. Então, Fortaleza passará para a Fase 3 com algumas restrições em relação àquilo que estava planejado. Lembrando que o plano de retorno das atividades econômicas apenas sugere aquelas etapas. Quem define é a área da Saúde", afirmou Camilo.

O retorno do transporte intermunicipal de passageiros também foi abordado no pronunciamento e está previsto para a sexta-feira, 10, "com o devido protocolo sanitário sendo exigido". Com a nova fase, espaços públicos da Capital, como praias e calçadões, passam a ser liberados para atividades físicas individuais.

Diferentemente do que estava previsto inicialmente no plano anunciado pelo Governo do Estado em maio, os restaurantes continuam sem poder funcionar à noite, e barracas de praia ainda não estão autorizadas. O impacto da abertura desses estabelecimentos será analisado "mais detalhadamente" durante a semana.

Com o avanço para a nova etapa na Capital, dos 13 segmentos contemplados no plano de reabertura, 11 passarão a contar com 100% do trabalho presencial, inclusive lojas do segmento têxtil em shoppings. As celebrações religiosas contarão com 50% do trabalho presencial e 50% da capacidade. Durante a fase 2, a limitação era de 20%.

Confira as mudanças anunciadas pelo governador

- Fortaleza avança para a Fase 3 do plano de reabertura, com espaços públicos, como praias e calçadões, liberados para atividades físicas individuais, sem aglomeração;

- Restaurantes continuam funcionando só durante o dia. Bares e barracas de praia ainda não têm autorização para funcionamento;

- Municípios da Macrorregião de Fortaleza avançam para a Fase 2;

- Macrorregiões do Sertão Central, Litoral Leste/Jaguaribe avançam para a Fase 1;

- Macrorregiões Norte e Cariri permanecem na Fase de Transição;

- Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Brejo Santo, Iguatu, Sobral e Tianguá seguem em Isolamento Social Rígido;

- Retorno do transporte intermunicipal de passageiros a partir do dia 10/7, com o devido protocolo sanitário sendo exigido.

Veja atividades que terão 100% de funcionamento presencial autorizado

- Têxteis e roupas

- Comunicação, publicidade e editoração

- Indústria e serviços de apoio

- Artigos do lar

- Cadeia agropecuária

- Cadeia moveleira

- Tecnologia da informação

- Logística e transporte (com comércio e reparação de bicicletas)

- Comércio e serviços de higiene e limpeza

- Cadeia automotiva

- Comércio de outros produtos (saneantes, livrarias, brechós, papelarias e caixões)

Reabertura em Fortaleza

A reabertura em Fortaleza começou em 1º de junho (01/06), com fase de transição. Em 8 de junho, teve início a fase 1. A fase 2 começou em 22 de junho. A terceira fase deve durar pelo menos 15 dias. A depender dos indicadores, a fase 4 começa em 20 de julho, condicionada à continuidade do recuo da pandemia de Covid-19 na Capital. A próxima fase é a última etapa da reabertura.