PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Secretaria da Saúde aponta que Ceará superou dois picos de coronavírus

Um das ondas foi em 20 de março e outra ocorreu entre os dias 1º e 20 de maio, conforme divulgado em boletim epidemiológico nesta quinta-feira, 2

Matheus Facundo
21:29 | 02/07/2020
Os picos são relacionados ao aumento de casos suspeitos, que foram seguidos pela diagnóstico positivo da maioria (Foto: JÚLIO CAESAR)
Os picos são relacionados ao aumento de casos suspeitos, que foram seguidos pela diagnóstico positivo da maioria (Foto: JÚLIO CAESAR)

O Ceará já superou duas ondas de casos de novo coronavírus, de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) divulgado nesta quinta-feira, 2. Um dos platôs foi em 20 de março e o outro ocorreu entre os dias 1º e 20 de maio. Os picos são relacionados ao aumento de casos suspeitos, que foram seguidos pela diagnóstico positivo da maioria.

Conforme a curva epidemiológica, a partir de 4 de março o número de casos suspeitos começou a subir, até atingir o primeiro pico. Após a segunda onda em maio, foi observada redução de registros suspeitos até o dia 24 do mesmo mês, seguido de uma estabilização até a primeira quinzena de julho, entrando em "redução gradativa" até o momento.

Ainda de acordo com o boletim, a maioria dos casos que evoluíram para óbito tiveram início de sintomas entre 28 de abril e 10 de maio, com ápice em 1º de maio, durante o segundo platô.

Incremento de casos confirmados

Apesar da desaceleração da curva de contaminação e da passagem dos picos, a Sesa aponta que, na última semana, todas as Áreas Descentralizadas e Saúde (ADS) do Estado apresentaram crescimento na incidência de casos confirmados. O destaque vai parar as regiões sul, centro-sul e norte, atualmente os territórios de maior preocupação do Governo no combate à pandemia.

 LEIA MAIS| Camilo diz que preocupação agora são as regiões Centro-Sul e Cariri

A ADS com maior acréscimo foi a de Crato (sul), com 62,5%; seguido de 48,5% em Iguatu (centro-sul); 34,2 % em Juazeiro do Norte (sul); 32.2% em Tianguá e 30.1% em Sobral, ambas na região Norte. A ADS de Fortaleza teve o menor incremento, com 7%. Segundo o governador Camilo Santana (PT) afirmou em live na noite desta quinta-feira, 2, Sobral atingiu o pico de infectados e agora começa a se estabilizar.

Dados presentes na análise dizem respeito até a Semana Epidemiológica (SE) 27, que se iniciou no último domingo, 28 de junho. O boletim indica que na última semana dois municípios cearenses registraram os seus primeiros óbitos em decorrência da Covid-19: Croatá e Aiuaba.

Números da pandemia

O Ceará ultrapassou a marca de 116 mil casos confirmados do novo coronavírus. São agora, no total, 116.519 pessoas infectadas com a Covid-19. A atualização foi feita às 16h47min de hoje, quinta-feira, 2, na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Foram 2.481 casos a mais do que o registrado na noite de ontem. O Estado tem ainda 6.307 mortes pela doença. Nas últimas 24 horas, foram contabilizados 104 óbitos. São 90.085 pessoas recuperadas da doença.

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >