PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Coronavírus: Sobral registra tendência de desaceleração, mas pandemia no Interior ainda preocupa, aponta Camilo

Informações foram repassadas pelo governador do Estado, Camilo Santana, durante transmissão ao vivo nesta quarta-feira, 24

Alan Magno
21:21 | 24/06/2020
O governador Camilo Santana se reuniu com o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, para tratar das medidas de enfrentamento ao coronavírus. Pandemia no interior preocupa Secretaria de Saúde (Foto: DIVULGAÇÃO)
O governador Camilo Santana se reuniu com o prefeito de Sobral, Ivo Gomes, para tratar das medidas de enfrentamento ao coronavírus. Pandemia no interior preocupa Secretaria de Saúde (Foto: DIVULGAÇÃO)

O município de Sobral, na região norte do Estado, passou a registrar uma tendência de estabilização, com possibilidade de queda no número médio diário de novos casos e óbitos relacionados ao coronavírus. A informação foi divulgada na nesta quarta-feira, 24, pelo governador do Ceará, Camilo Santana (PT), após reunião com o prefeito do município, Ivo Gomes (PDT). Apesar do ponto positivo, Camilo frisou que a região do Centro-sul do Estado, englobando todo o Cariri, tem registrado um aumento acelerado de Covid-19.

A expansão do vírus no interior do Ceará tem sido fator de preocupação da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), relatou Camilo. Na macrorregião de Sobral, de acordo com a plataforma IntegraSUS, atualizada pela pasta às 16h41min de hoje, 24, tinham sido confirmados 21.919 casos de coronavírus, com outros 11.168 casos em investigação. Na região, 677 pessoas morreram devido à nova doença.

Apesar dos dados estarem apresentando indícios de estabilização e um viés de queda ter surgido, a realidade da pandemia em Sobral e entornos ainda é preocupante. Fato se deve principalmente pela elevada ocupação de leitos e demanda por atendimento nas unidades de saúde dos municípios, conforme pontuou Camilo. O POVO buscou contato com a Secretária de Saúde de Sobral em busca de mais informações sobre a pandemia na região, mas não obteve retorno.

>> Sobral ganhará mais 20 leitos de UTI e 6 mil testes rápidos de coronavírus nesta semana

“Estamos monitorando diariamente a evolução da pandemia no interior do Estado”, frisou Camilo. Ele pontuou ainda que estará se reunindo com os prefeitos dos municípios mais afetados pela Covid-19 e que o Estado prestará todo auxílio necessário no enfrentamento à doença. “Continuamos trabalhando arduamente na abertura de novos leitos e distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs)”, completou.

Dentre as ações pontuados por Camilo estão a distribuição de 240 mil testes rápidos para os municípios cearenses e o repasse de cerca de 5 milhões de máscaras de tecido para famílias cearenses de baixa renda. Para a macrorregião do Cariri, o governador destacou ainda que pretende até o fim da próxima semana anunciar a implementação de pelo menos 50 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Sendo 20 no Hospital Regional do Cariri (HGC) e outros 30 distribuídos em hospitais particulares e unidades de saúde filantrópicas.

De acordo com dados do IntegraSUS, o Cariri acumula até esta quarta-feira, 24, pelo menos 5.608 casos confirmados da nova doença. O total acumulado, porém, depende das atualizações informadas pelas secretaria municipais de cada macrorregião. A cidade mais afetada pela doença na área, Juazeiro do Norte, registrou 1.912 casos de Covid-19 até hoje, 24, com uma diferença de 622 casos do pontuado pelo IntegraSUS. Os casos que ainda não entraram na plataforma elevariam o total da região para 6.230, que pode ainda ser elevado levando em consideração que 3.129 casos seguem em investigação.

Como forma de alinhar as medidas de enfrentamento à pandemia, Camilo deverá se reunir virtualmente com Arnon Bezerra, prefeito de Juazeiro e com representantes das secretarias estaduais e municipais. O governador reforçou a importância da colaboração de todos no combate ao vírus e frisou ainda que o uso de máscaras continua obrigatório em todo o Estado.

O gestor estadual destacou também que, com exceção de Fortaleza e macrorregião, demais áreas do Ceará seguem em fase de transição para uma possível reabertura que irá depender do cumprimento das medidas de isolamento social e da desaceleração da pandemia. Cidades com situação mais crítica, como Juazeiro do Norte e Sobral, estão ainda em isolamento social rígido. Camilo destacou que os novos decretos, a nível estadual e municipal, devem ser sancionados na próxima semana, com base nas análises mais recentes da pandemia em cada sub-região do Ceará.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >