PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Devido à pandemia, casal cearense faz ensaio fotográfico improvisado em casa

Germano Pinheiro e Bruna Milhorati estavam com planos de realizar uma sessão fotográfica - desejo interrompido devido ao novo coronavírus. A solução veio com tinta, luz do farol do carro e um celular. Confira as fotos

12:37 | 16/06/2020
Ensaio precisou ser realizado em casa devido a pandemia (Foto: Reprodução/Germano Pinheiro)
Ensaio precisou ser realizado em casa devido a pandemia (Foto: Reprodução/Germano Pinheiro)

Ninguém esperava ficar em casa por três meses seguidos devido a um vírus. Muito menos quando há uma familiar grávida, com demandas que exigem um planejamento - dentre eles os registros dos momentos antes do parto. Com serviços de fotografia paralisados e outras necessidades, o corretor de imóveis Germano Pinheiro transformou o jardim e a entrada da sua casa em cenário para o ensaio fotográfico de Mariana, que tem previsão para nascer no próximo domingo, 22.

A design de interiores Bruna Milhorati aderiu à quarentena desde o último dia 19 de março devido ao alto risco da gravidez. Deixou o trabalho e vem isolando-se em casa, mantendo apenas contato com Germano, seu esposo. Logo o casal viu que não seria possível realizar a sessão de fotos devido a prováveis aglomerações com outras pessoas. Então veio a iniciativa caseira.

Bruna e Germano pesquisaram ideias na internet e resolveram colocá-las em prática: bastou um celular, placas de madeiras, a casa onde moram, tintas e a luz do farol do carro. Daí surgiram as fotos. “Foi a primeira vez que eu fiz um ensaio. Como foi de um celular, tive que tratar as fotos e aprendi um pouco sobre o Photoshop [programa de edição de fotos] pela internet, em casa. Tudo amador e nada de fora”, conta Germano.

Previsão é de que Mariana venha no próximo domingo, 22 de junho
Previsão é de que Mariana venha no próximo domingo, 22 de junho (Foto: Reprodução/Germano Pinheiro)

O ensaio foi feito um dia antes dos Dias dos Namorados, no último dia 12 de junho, e teve três horas de preparações com os objetos. As pinturas na barriga e as centopeias de crochê, utilizadas na decoração, foram feitas por Bruna, que aprendeu a técnica durante o período de isolamento. "O tédio às vezes é grande. Só que como tem muita coisa para fazer, então acabei me desfocando da pandemia e focando nas coisas dela mesmo", conversa Bruna.

A gravidez em meio a pandemia vem sendo um desafio, que está sendo registrado em um diário escrito por Bruna à filha. O primeiro ultrassom, a escuta do coração, as expectativas e todas as outras situações e sentimentos que só uma gestação proporciona fizeram a mãe ocupar o tempo com outras atividades. Além do crochê, receitas novas também vieram como alternativa ao tédio e às preocupações.

Mas para a espera de Mariana, “é só alegria e ansiedade”, diz Germano. “Querendo ou não, o desenvolvimento da criança é sempre um mistério”. Com a perda de um bebê em 2018 devido a outras complicações na gravidez, o casal está em casa e se cuida o máximo que podem. Amigas ainda tentaram organizar um ensaio fotográfico coletivo, mas a escolha do resguardo veio como prioridade.

"Você vê a criança se desenvolvendo e fica aquela apreensão, porque o mundo tá tão confuso! Mas é isso mesmo, a vida é uma luta", afirma Germano, que ainda não articulou como vai contar para Mariana sobre o ensaio. Mas tem uma certeza: “Vou guardar e passar para ela perceber o quão importante foi seu nascimento para a gente.”

Confira o ensaio feito pelo casal:

 

Clique na imagem para abrir a galeria