PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Reabertura do setor produtivo de Caucaia inicia na próxima segunda, 15

O plano de retomada do comércio no município ocorreu mediante publicação de decreto, nesta quarta-feira, 10, autorizando a reabertura de 17 setores da economia do município

Alan Magno
22:40 | 10/06/2020
Mesmo quando a reabertura for iniciada, na segunda-feira, as aglomerações seguem proibidas em Caucaia (Foto: Fabio Lima)
Mesmo quando a reabertura for iniciada, na segunda-feira, as aglomerações seguem proibidas em Caucaia (Foto: Fabio Lima)

Retomada do setor produtivo em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, irá ter início na próxima segunda-feira, 15. Medida foi autorizada por decreto municipal nesta quarta-feira, 10, assinado pelo prefeito Naumi Amorim. A ação autoriza a abertura de 17 setores da economia e segue modelo de retomada semelhante ao adotado na Capital.

Regras rígidas de isolamento social seguem em vigor para demais setores até o dia 21 de junho. Caucaia é o terceiro município com maior número de casos por coronavírus no Ceará, com 2.744 registros. A cidade acumula 209 mortos pela doença e possui uma taxa de mortalidade de 7,6%, maior do que a estadual de 6,4%, de acordo com dados da plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), atualizados às 17h47min de hoje, 10.

O plano de reabertura autoriza o funcionamento principalmente de núcleos industriais. Prestação de serviços e alguns segmentos do comércio em geral também estão autorizadas. Construção civil, comércios de roupas e de calçados integram a lista dos setores autorizados. Clubes de futebol que estejam participando do Campeonato Cearense também poderão retomar a rotina de treino dos atletas. O Caucaia é o sexto colocado do certame, restando ainda duas rodadas da segunda fase do torneio.

A escolha do que poderia retomar o funcionamento foi feita com base em estudo feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Caucaia (SMS), conforme pontuou Naumi Amorim, ao divulgar o decreto. Durante a reabertura, a pasta fará o monitoramento do avanço dos casos de coronavírus e pontua: “Se for verificada tendência de crescimento dos indicadores de contaminação, poderá haver restabelecimento das medidas restritivas originariamente previstas”, conforme consta no decreto.

Condições para reabertura em Caucaia

A Procuradoria-Geral do município frisou que irá analisar semanalmente os dados referentes a pandemia de Covid-19 divulgados pela Secretaria de Saúde de Caucaia para então avaliar se o plano de reabertura pode ser expandido para outras áreas da economia municipal.

Os setores que estão sendo autorizados a reabrir deverão seguir uma série de medidas de higienização e condições especiais para funcionar nesta primeira etapa de reabertura 

- Funcionar com no máximo 50% da equipe de funcionários atuando presencialmente ao mesmo tempo.

- Distribuição de álcool 70% para clientes e funcionários

- Uso de máscaras obrigatórios no interior das lojas.

- Outros equipamentos de proteção individual que sejam indispensáveis ao trabalho deverão ser providos pelas entidades aos trabalhadores.

- Distanciamento mínimo de 2 metros deverá ser mantido rigorosamente no interior dos estabelecimentos. -

- Filas e distanciamento dentro e fora dos estabelecimentos será de responsabilidade das empresas.

- Espaços comuns das lojas deverão ser mantidos arejados e com intensa higienização de superfícies e áreas de livre circulação de pessoas.

- Funcionários e clientes devem ser orientados quanto à adoção correta das medidas sanitárias para evitar a disseminação do coronavírus.

O decreto orienta os setores a usarem, preferencialmente, meios digitais para a realização de reuniões de trabalho, assembleias e demais atividades que exijam o encontro de funcionários.

Confira lista completa das atividades autorizadas a reabrir em Caucaia a partir do dia 15:

> Indústria química e correlatos: Indústria de químicos inorgânicos, plástico, borracha, solventes, celulose e papel ;
> Artigos de couros e calçados: Fabricação de calçados e produtos de couro;
> Cadeia metalmecânica e afins: Fabricação de ferramentas, máquinas, tubos de aço, usinagem, tornearia e solda;
> Saneamento e reciclagem: Recuperação de materiais;
> Cadeia energia elétrica: Construção para barragens e estações de energia elétrica, geradores;
> Cadeia da construção civil: Construção de edifícios até 100 operários por obra, cadeia produtiva com 50%;
> Têxteis e roupas: Indústria têxtil, confecções e de redes;
> Comunicação, publicidade e editoração: Impressão de livros, material publicitário, e serviços de acabamento gráfico;
> Indústria e serviços de apoio: Indústria de artigos de escritório e manutenção industrial. Cabeleireiros, manicures e barbearias;
> Artigos do lar: Fabricação de eletrodomésticos e artigos domésticos;
> Cadeia agropecuária: Obras de irrigação;
> Cadeia moveleira: Fabricação de móveis e produtos de madeira;
> Tecnologia da informação: Fabricação de equipamentos de informática;
> Logística e transporte: manutenção de bicicletas;
> Cadeia automotiva: transporte e peças;
> Cadeia da saúde: Comércio médico e ortopédico, óticas, podologia e terapia ocupacional;
> Esporte: Treinos de atletas dos clubes de futebol