PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Em dia de reabertura do comércio de rua, Fortaleza registra 44 pontos de aglomeração

Quatro estabelecimentos comerciais do Centro da Capital foram fechados por estarem funcionando fora do horário permitido

00:00 | 09/06/2020
Movimentação no Centro em primeiro dia da fase 1
 (Foto: JÚLIO CAESAR)
Movimentação no Centro em primeiro dia da fase 1 (Foto: JÚLIO CAESAR)

Nesta segunda-feira, 8, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) registrou 44 pontos de aglomeração na Capital, no dia em que mais 18 setores da indústria, serviços e comércio reabriram devido ao início da 1ª fase do plano de retomada econômica do Ceará. De acordo com balanço da Agefis, no Centro, cerca de 300 pessoas foram abordadas e quatro estabelecimentos comerciais da região que funcionavam fora do horário permitido foram fechados. A fiscalização ainda orientou ambulantes a desocuparem praças e calçadas.

Agentes auxiliaram no ordenamento de filas de lojas, distribuíram kits com máscaras de pano e panfletos educativos e higienizaram as mãos das pessoas que eram abordadas. As equipes atuaram em pontos estratégicos de intenso fluxo no Centro de Fortaleza, como o Parque das Crianças, a Praça do Ferreira e as ruas Guilherme Rocha e Senador Pompeu.

O POVO acompanhou a reabertura no Centro, e em outros pontos da cidade, na manhã desta segunda-feira. Filas foram registradas nos arredores dos estabelecimentos. Os clientes esperavam fora da loja para entrar nos locais e, entre a maioria das pessoas, não havia distanciamento social adequado.

Conforme a Agefis, entre o Mercado dos Peixes e a Praia de Iracema, foram abordadas cerca de 90 pessoas. O órgão afirma que entre 8 de maio e esta segunda-feira, 8 de junho, mais de 1.524 ações de monitoramento e dispersão de aglomerações foram realizadas em Fortaleza para fiscalizar o cumprimento do decreto de isolamento social.

Foram conduzidas 77 operações em feiras irregulares. Neste último fim de semana, feiras foram encerradas em cinco bairros e 12 estabelecimentos irregulares foram fechados. "Cerca de 2.500 pessoas são abordadas por dia no entorno de agências bancárias e lotéricas", diz nota da Agefis.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >