PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

UFC não tem planejamento para atividades presenciais em 2020

Pesquisa teve 30% de participação da comunidade estudantil - índice considerado como "altíssimo" pelo reitor, que adiantou sobre o recebimento de pacotes de internet por alunos em vulnerabilidade social

14:04 | 03/06/2020
UFC continua fechada para atividades presenciais devido à pandemia; (Foto: Sandro Valentim)
UFC continua fechada para atividades presenciais devido à pandemia; (Foto: Sandro Valentim)

A Universidade Federal do Ceará (UFC) confirmou que não há planejamentos para atividades presenciais na instituição em 2020. Apesar da medida, a reitoria informa que grande parte da universidade dará conclusão ao semestre 2020.1 de forma remota com "prejuízos mínimos" até julho. Segundo o reitor Cândido Albuquerque, as atividades na instituição nunca foram totalmente paralisadas. 

O informe vem após a divulgação na última terça-feira, 2, dos resultados da pesquisa on-line sobre a situação da comunidade universitária na pandemia e o acesso à Internet, realizada com 10.069 estudantes, 2.306 docentes e 328 servidores técnico-administrativos da Instituição. O POVO apurou que alguns estudantes destacaram uma possível ineficácia da entrevista, visto que foi essencialmente realizada por plataformas online utilizadas pela comunidade, como o email e o SIGAA. Para o reitor da UFC, Cândido Albuquerque, não há necessidade de a pesquisa ser realizada novamente por outra plataforma de comunicação, como ligações telefônicas.

"Na comunidade universitária, todos de alguma forma têm acesso. Talvez o aluno não tenha acesso à internet para fazer atividades remotas, mas a consulta foi feita por e-mail. Quem não tem acesso a email?", informou Cândido sobre o alcance da pesquisa.

Segundo o reitor, os 10 mil alunos que responderam representam 30% do corpo acadêmico estudantil - índice considerado como "altíssimo" e suficiente pelo reitor para a instituição promover atividades digitais. "Algumas unidades inicialmente disseram que não tinham como desenvolver atividades digitais. Vinte dias depois, começaram a fazer. Tudo é questão de comprometimento", reforçou. Ele ressalta que a "comunidade universitária está absolutamente mobilizada" e que mesmo nas unidades que não estão tendo atividades do calendário, estão sendo desenvolvidas atividades extracurriculares." Segundo o reitor, "há um grupo mínimo que é do contra sempre".

Segundo UFC, maioria dos estudantes da instituição tem encontrado meios de acesso à Internet diante pandemia

Os resultados mostram que, dos estudantes que responderam o questionário, 1% não tem acesso à rede mundial de computadores diante do cenário da pandemia e 13% só utilizam a rede por meio de pacote de dados 3G e 4G. Também dos 10 mil respondentes, 6% dizem não ter acesso à conexão de banda larga e outros 3% só conseguem acesso com velocidade inferior a 1 Mbps. Em casa, 69% dos alunos que responderam dispõem de notebook ou computador com Internet, sejam eles pessoais ou compartilhados. Outros 23% só usam a rede por meio de celulares ou tablets pessoais, e 5% compartilham estes últimos dispositivos com outros integrantes da família.

As aulas remotas fazem parte da construção da Proposta Pedagógica de Emergência (PPE) elaborada pela UFC. O documento traz alternativas para a reposição das aulas afetadas pela Covid-19 e inclui medidas como o treinamento de docentes sobre construção de disciplinas remotas e a aplicação de 13 mil testes rápidos de Covid-19 na comunidade universitária.

A PPE considera os três principais cenários que existem atualmente na UFC em relação às aulas remotas: turmas que estão tendo aulas regularmente, turmas que começaram e depois foram interrompidas e turmas que não se iniciaram desde a suspensão das atividades presenciais. O retorno às aulas presenciais só deverá ocorrer quando permitido pelas autoridades sanitárias e obedecerá a um protocolo a ser elaborado em breve.

Alunos cadastrados em outros programas de vulnerabilidade social da UFC receberão pacotes de internet

O reitor afirmou que o retorno das atividades presenciais ainda vai demorar e as atividades remotas complementarão o calendário até o fim do semestre, em julho. A instituição visa instalar equipamentos tecnológicos das residências universitárias e logo possibilitar a distribuição dos 6000 pacotes de internet para alunos que estão em situação de vulnerabilidade social via edital ainda a ser lançado.

Cândido adiantou que a UFC se baseará em cadastros de alunos em outros programas de auxílio da instituição para ter acesso ao chip. "Há todo um trabalho sendo feito com igualdades de condição para alunos com o intuito de reduzir ao máximo as atividades presenciais e minimizar os prejuízos do semestre", conclui.