PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Estrutura anexa ao Hospital Albert Sabin é desmontada para poder atender público adulto em outro local

Circula nas redes sociais vídeo sobre o desmonte do hospital de campanha no bairro Vila União

16:50 | 16/05/2020
HOSPITAL INFANTIL Albert Sabin é referência no atendimento a crianças e adolescentes com doenças graves e de alta complexidade
HOSPITAL INFANTIL Albert Sabin é referência no atendimento a crianças e adolescentes com doenças graves e de alta complexidade (Foto: Deísa Garcêz/Especial para O Povo)

Circula nas redes sociais um vídeo sobre o desmonte de um hospital de campanha no bairro Vila União. Trata-se da estrutura anexa ao Hospital Albert Sabin que irá para outro local, ainda não divulgado, para atender o público adulto, conforme confirmou ao O POVO a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). 

A pasta também divulgou nota neste sábado, 16, confirmando planos de contingência com a construção de novos leitos e hospitais para receber pacientes infectados com o novo coronavírus

Sobre o Albert Sabin, o Governo do Estado afirma que elaborou um plano que contempla a reserva de 42 leitos de enfermaria e 8 de UTI, na própria unidade, para casos de Covid-19 em crianças. Segundo a nota, esta quantidade já se revelou suficiente para o atendimento da demanda pediátrica. Com isso, o anexo vai para outro local para ser direcionado a adultos.

"O Governo do Ceará vem trabalhando para ampliar a oferta de leitos na rede pública estadual de saúde, especialmente onde há uma maior necessidade desse suporte hospitalar. Já foram montadas quatro unidades extras nos hospitais São José (25 leitos), no de Messejana (35 leitos), no Hospital Geral (39 leitos) e no Hospital César Cals - neste o hospital de campanha recebe puérperas e recém-nascidos", informa.

Além disso, o Estado acrescenta que outros três hospitais de campanha estão sendo construídos em Maracanaú, Caucaia e anexo ao Hospital Regional do Sertão Central, em Quixeramobim, totalizando cerca de mais 110 leitos para Covid-19.

Em nota, o governo também informou que requisitou dois hospitais particulares que estavam fechados em Fortaleza  para atender exclusivamente pessoas infectadas com o novo coronavírus, o Leonardo da Vinci com 230 leitos e o Batista com 131. "No total, já foram abertos mais de 2 mil novos leitos em Fortaleza e no interior do Estado, sendo quase 500 UTIs". 

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >