PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Sindicato dos Médicos pede que MPCE abra investigação sobre suposta fraude em atestados de óbito por coronavírus

Segundo denúncia do deputado estadual André Fernandes, profissionais estariam sendo pressionados pelo secretário da Saúde do Estado, Dr. Cabeto, a incluir "suspeitas de novo coronavírus" como causa de morte

19:25 | 13/05/2020
Médicos do Ceará repudiam acusações de manipulação no total de mortos por Covid-19 (Foto: Miguel SCHINCARIOL / AFP)
Médicos do Ceará repudiam acusações de manipulação no total de mortos por Covid-19 (Foto: Miguel SCHINCARIOL / AFP)

O Sindicato dos Médicos do Ceará entrou com Pedido de Providência, nesta quarta-feira, 13, para que o Ministério Público do Estado (MPCE) abra investigação sobre denúncias de que médicos estariam sendo pressionados a classificar mortes como “suspeitas do novo coronavírus”. A ação, divulgada pela entidade por meio de nota nesta quarta-feira, 13, ocorre após o deputado estadual André Fernandes (PSL) ter acusado o Secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, de pressionar médicos a fraudarem laudos de óbitos para “inflar estatísticas” do novo coronavírus.

De acordo com informações da nota, a entidade estaria recebendo denúncias de que profissionais em atuação no Estado sofrem pressão, por meio de ameaças realizadas de “formas explícitas e veladas”, para atestarem óbitos que ocorrem nas unidades de atuação como em possível decorrência da Covid-19. Estaria ainda sendo inviabilizada a possibilidade de os médicos realizarem “exames mais precisos” antes de confirmarem a causa de morte do paciente.

ANÁLISE | Cabeto ou André Fernandes: um deles deve perder a função pública

Além do pedido de investigação, o sindicato solicitou que o MPCE criasse um “canal de comunicação específico aos médicos” para permitir que os profissionais possam relatar casos dessa natureza. De acordo com nota, o canal também serviria para que os médicos apresentem, por videoconferências ou outras formas virtuais, provas materiais.

O Ceará possui 19.156 casos confirmados, 1.389 mortes e 9.796 pessoas recuperadas de Covid-19. Os números foram atualizados na plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), hoje, 13 de maio (13/05), às 17h57min. Foram 744 novos casos e 109 mortes a mais que o registrado ontem.


Acesse a cobertura completa do Coronavírus >