PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Mais 80 leitos para pacientes com coronavírus serão abertos em dois hospitais de campanha no Ceará

Com estes reforços, o Ceará já chega a mais de dois mil leitos públicos abertos exclusivamente para o combate à Covid-19

Matheus Facundo
18:43 | 13/05/2020
Avaliação do enfrentamento ao coronavírus será tema crucial da campanha (Foto: Júlio Caesar)
Avaliação do enfrentamento ao coronavírus será tema crucial da campanha (Foto: Júlio Caesar)

O governador Camilo Santana (PT) autorizou a abertura de mais 80 leitos distribuídos em dois hospitais de campanha para pacientes com coronavírus. Serão 40 leitos extras de enfermaria em Caucaia e mais 40 em Maracanaú, também de média complexidade. "São municípios que têm aumentado muito o número de casos e óbitos e estamos fazendo parcerias com as prefeituras para ampliar os leitos", pontuou Camilo. Com estes reforços, o Ceará já chega a mais de dois mil leitos públicos abertos exclusivamente para o combate à Covid-19.

O anúncio foi feito por meio das redes sociais e confirmado durante live no Facebook no início da noite desta quarta-feira, 13. Na transmissão, o chefe do Executivo Estadual comentou o início das atividades do Hospital de Campanha anexo ao São José, com 25 leitos, no último fim de semana, e anexo ao Hospital de Messejana, com 35 novos leitos, que iniciou as atividades na segunda-feira, 11: "O Estado não tem medido esforços, todo dias temos aberto leitos".

Na live, o governador agradeceu aos parlamentares da Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) que estão ajudando no combate à Covid-19 no Estado. "Dos 25 parlamentares [deputados federais e senadores], 23 colocaram recursos exclusivos para o Governo do Estado para ajudar no combate da pandemia do coronavírus no Ceará", declarou Camilo. Apenas dois deputados federais não disponibilizaram recursos.

Isolamento social

O chefe do Executivo Estadual agradeceu a população pela adesão às medidas mais rígidas de isolamento social, em vigor deste o último dia 8 de maio, com sistema de lockdown em Fortaleza devido à gravidade da curva de contaminação. A Capital está com "pouco mais de 60%" de taxa de isolamento, enquanto o Estado fica em torno dos 50%, conforme Camilo Santana. Ele citou estudo do Instituo de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que aponta o Ceará como território brasileiro com mais rigor nas medidas de distanciamento social.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >