PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Fortaleza recebe sete toneladas de EPIs para profissionais da saúde

A distribuição será prioritariamente para aqueles que estão lidando diretamente com pacientes infectados pela Covid-19

Lucas de Paula
18:41 | 11/05/2020
Roberto Cláudio realizou o anúncio em live
Roberto Cláudio realizou o anúncio em live (Foto: Reprodução da Internet)

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou em live no Facebook nesta segunda-feira, 11, que Fortaleza recebeu no fim de semana sete toneladas de equipamentos de proteção individual (EPIs) para profissionais de saúde.

A distribuição será prioritariamente para aqueles que estão lidando diretamente com infectados da Covid-19, em Leitos de UTI, hospitais ou unidades de emergência e postos de saúde referência para acolhimento desses pacientes com diagnóstico confirmado ou sugestivo para o novo coronavírus. “Isso nos garantirá um estoque para proteger a saúde dos nossos profissionais e evitar o ciclo de contaminação dentro dos hospitais por um bom tempo”, afirma.

LEIA MAIS | Coronavírus: Governo Federal envia 56 mil EPIs e 30 respiradores para o Ceará 

40 novos leitos no IJF 2

Nesta segunda-feira também foi aberta uma nova enfermaria com 40 leitos no segundo andar do IJF 2, com suporte de oxigênio, cateter e máscara. “São importantes porque os pacientes que eventualmente agravem podem seguir para a UTI, que fica no mesmo prédio. Do mesmo jeito que a gente consegue dar maior fluxo aos pacientes (do andar de baixo), porque os pacientes que saem do momento de maior gravidade - que não precisam mais do ventilador - podem descer para a enfermaria e garantir o maior fluxo de eleitos que a gente tem hoje”, diz Roberto Cláudio.

75 novos leitos no Hospital da Criança

O prefeito ainda afirmou que o Hospital da Criança será entregue até 30 de maio com 75 leitos para pacientes que estejam infectados pelo novo coronavírus. De acordo com RC, a unidade está com a parte externa completamente pronta. “Queremos o hospital novo que vai ser entregue amplie as possibilidades de atendimento para a Covid”, pontua.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >