PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Coronavírus: quais hospitais no Ceará estão com alta taxa de ocupação de leitos

Dados são da Secretaria de Saúde do Ceará e passam por atualizações frequentes. Chega a 20 número de unidades da rede pública e privada no Estado com 80% de ocupação de UTI. Em Sobral e Fortaleza, já há fila de espera por leitos

Flávia Oliveira
22:05 | 09/05/2020
TRANSPORTE DE pacientes mais graves em tempo oportuno para municípios com leitos de UTIs é um dos gargalos da assistência (Foto: JÚLIO CAESAR)
TRANSPORTE DE pacientes mais graves em tempo oportuno para municípios com leitos de UTIs é um dos gargalos da assistência (Foto: JÚLIO CAESAR)

A taxa de ocupação nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de 20 hospitais no Ceará chegou a 80%. Além dela, outras 17 alcançaram 70% dos leitos de enfermaria ocupados. As informações foram obtidas às 21h28 deste sábado, na plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), e reúnem dados referentes aos leitos da rede pública e privada.

Ao todo, foram 79 óbitos foram registrados como consequência da Covid-19 nas últimas 24 horas, ao passo que 450 pacientes receberam alta médica. 

A situação mais crítica na ocupação de leitos, no momento da consulta ao site, foi a do Hospital Regional Norte, em Sobral, que tinha lista de espera com sete pacientes para internação na enfermaria e ocupação na UTI de 88,89%.

Em Fortaleza, estão com 100% de ocupação, no momento da consulta ao site, as enfermarias e UTIs do Hospital e Maternidade Gastroclínica, o Hospital Distrital Gonzaga Mota José Walter, o Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara e o Hospital Uniclinic.

Já as unidades com apenas leitos de UTI totalmente ocupadas são o Hospital Infantil Albert Sabin, Hospital São José de Doenças Infecciosas, Hospital São Carlos e Hospital Universitário Walter Cantídio. Uma pessoa aguardava liberação de leito na UTI do Hospital Distrital Gonzaga Mota Messejana.

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >