PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Após denúncias, Decon dá 48 horas para Unimed Fortaleza custear testes de coronavírus em pacientes

O plano de saúde afirmou só se pronunciará após responder ao órgão e indicou seguir "rigorosamente" notas técnicas do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar

20:44 | 07/05/2020
Eusébio deve contar com laboratório para exames moleculares (Foto: MOHAMMED HUWAIS / AFP)
Eusébio deve contar com laboratório para exames moleculares (Foto: MOHAMMED HUWAIS / AFP)

Seis clientes da Unimed Fortaleza devem ter o teste de Covid-19 custeado pelo plano de saúde em até 48 horas, após notificação judicial do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon). Conforme os segurados, a empresa teria se negado a pagar pelos exames, "mesmo com os reclamantes apresentando os sintomas da doença e, portando, indicação médica para realização dos testes".

Por meio de nota, a Unimed Fortaleza afirmou que responderá ao Decon no prazo estabelecido e "que só se posicionará ao público sobre o assunto após envio de resposta ao órgão". Notificação foi feita nesta quinta-feira, 7.

"Contudo, a operadora adianta que cumpre rigorosamente as notas técnicas determinadas pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) no que concerne às orientações para realização dos exames de Covid-19", declara o plano de saúde.

No último dia 29 de abril, Unimed e outras operadores de saúde já haviam sido fiscalizadas e autuadas com recomendação para a realização da testagem.

Após vistorias feitas nos dias 24, 28 e 29 de abril, o órgão constatou irregularidades na prestação do serviço. Caso os exames dos seis denunciantes não sejam realizados no prazo, a Unimed Fortaleza poderá ser penalizada com medidas administrativas e judiciais, de acordo com o Ministério Público do Ceará (MPCE).

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >