PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Encontros Universitários da UFC devem acontecer de forma remota: Unidades acadêmicas e professores são contra a decisão

As unidades afirmam que os alunos que não puderem ter acesso aos aparatos tecnológicas necessárias para participar dos Encontros, deverão ir à UFC e usar os laboratórios para apresentar os trabalhos, colocando em risco tanto os alunos como os servidores

Júlia Duarte
14:35 | 29/04/2020
FORTALEZA, CE, BRASIL 02-04-2020: Fachada da Universidade Federal do Ceará - UFC em meio a Pandemia do novo coronavírus (Foto: Sandro Valentim/O POVO) (Foto: Sandro Valentim)
FORTALEZA, CE, BRASIL 02-04-2020: Fachada da Universidade Federal do Ceará - UFC em meio a Pandemia do novo coronavírus (Foto: Sandro Valentim/O POVO) (Foto: Sandro Valentim)

A Universidade Federal do Ceará anunciou na terça-feira, 27, que os Encontros Universitários, evento que reúne apresentações de trabalhos acadêmicos e palestras, será realizado de forma virtual e remota. A decisão tem sido criticada pelos professores e unidades acadêmicos, que publicaram comunicados oficiais, declarando apoio ao cancelamento.

"Coloca em risco a vida de estudantes e servidores, justamente no período em que especialistas e autoridades sanitárias alertam: o Ceará caminha para o pico do número de casos de Covid-19", afirmou a nota do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (ADUFC-Sindicato). Foram emitidos comunicados à Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) e à Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis (Prae).

As unidades afirmam que os alunos que não puderem ter acesso aos aparatos tecnológicas necessárias para participar dos Encontros, deverão ir à UFC e usar os laboratórios para apresentar os trabalhos. "Essa exigência desobedece às medidas de isolamento social e coloca os estudantes e suas famílias em risco desnecessariamente", afirma o Sindicato. A Reitoria explicou que as apresentações serão realizadas em duas modalidades: pôster e comunicação oral, mas devem ser feitas de forma virtual e remota. Embora a universidade não tenha divulgado como será o procedimento online para cada uma dessas modalidades, a PRAE, segundo a ADUFC, já começou a solicitar aos diretores a disponibilização dos laboratórios de informática.

O texto foi assinado pelos seguintes departamentos e áreas das unidades acadêmicas: Instituto UFC Virtual, Instituto de Cultura e Arte,Instituto de Ciências do Mar,Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem,Faculdade de Educação,Centro de Tecnologia, Centro de Humanidades, Centro de Ciências Agrárias e Centro de Ciências. Além do centros situados em Fortaleza, os campi da UFC em Russas e Quixadá também concordaram com o documento.

Como solução, já que a atividade seria uma forma de prestação de contas para os órgãos de controle,segundo a UFC, a carta aponta a divulgação dos resumos, já encaminhados, como forma de evitar o deslocamento dos alunos e suprir as necessidades técnicas. Essa divulgação, como sugere o documento, poderia ser feita via sites institucionais, publicação ou outra forma a ser definida pela PRAE.

Os alunos também se posicionaram contra a realização do evento. Em nota, o Diretório Central dos e das Estudantes da UFC afirmou que a realização forçada desse evento teria efeito direto no aumento no número de infectados, uma vez que solicita que os alunos sem acesso à internet desloquem-se para os laboratórios da universidade e "dispensem o isolamento social".

"A realização dos Encontros on-line vão de encontro, ainda, os objetivos do evento, ao não difundir para a comunidade os projetos apresentados, pois nem todos tem possibilidade de acesso.Além dos motivos citados, a administração superior vem desrespeitando posições de professores orientadores, estudantes, diretores dos centros e faculdades e, mesmo essa grande parcela sendo extremamente contrária à proposta apresentada, a reitoria insiste nessa lógica", acrescenta ainda a nota.

Assim como os docentes, os alunos apontam a publicação dos resumos registrados no sistema dos Encontros Universitários 2019, como forma de cumprir as normas.

Calendário Acadêmico 2020.2

Outro texto foi feito, após reunião virtual com os diretores das Unidades Acadêmicas, pedindo a postergação do calendário acadêmico. A intenção da UFC era manter a demanda, a oferta e os ajustes de turmas regulares semestrais e anuais para Matrícula 2020.2, mas consultadas, as coordenações de curso de graduação, Chefias de Departamento, Coordenações Acadêmicas e Diretorias de Unidades Acadêmicas defenderam o adiamento.

"Entendemos que tal procedimento poderá ser postergado, uma vez que a grande maioria das atividades acadêmicas regulares está paralisada, prejudicando sobremaneira a análise do desempenho parcial das turmas e consequentemente o planejamento para o próximo semestre",afirmou o texto.

O POVO entrou em contato com a UFC para esclarecimentos, que enviou essa nota:

"Diversas informações que estão circulando entre pessoas e entidades que não integram a comissão organizadora dos Encontros Universitários nem participam das reuniões de elaboração do evento, desde sua fase presencial, são equivocadas. Acreditamos que, com a publicação dos editais e dos mecanismos de realização dos Encontros, possíveis questões serão respondidas.

A realização dos Encontros Universitários é de fundamental importância para a trajetória acadêmica e a construção dos currículos dos alunos, e a possibilidade de realizá-los de forma segura, neste momento, é a modalidade virtual.

A comissão organizadora do evento também está atenta a todas as observações expressas pela comunidade universitária e sob hipótese nenhuma colocará a saúde de estudantes, servidores docentes e técnico-administrativos e profissionais terceirizados em risco nem entrará em conflito com as recomendações das autoridades sanitárias."