PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Coronavírus: Fiec arrecada 25 toneladas de alimentos para doações

Material arrecadado será destinado a lares e instituições sociais que atendem idosos e crianças

Luana Façanha
16:43 | 29/04/2020
Parte do material arrecadado para ser doado (Foto: Fábio Lima)
Parte do material arrecadado para ser doado (Foto: Fábio Lima)

A Federação das Indústrias do Ceará (Fiec) conseguiu arrecadar 25 toneladas de alimentos não perecíveis para doações destinadas a 21 lares e instituições sociais que atendem crianças e idosos no Estado. A campanha começou no último dia 19, com a arrecadação sendo iniciada nesta quarta-feira, 29.

À frente da campanha, a Superintendente do Instituto Euvaldo Lodi (IEL) Ceará — que é ligado à Fiec —, Dana Nunes, afirma que 20 toneladas de alimentos arrecadados já foram doados hoje. As instituições que receberão os alimentos são, em sua maioria lares para idosos e crianças, como Lar Torres de Melo, Fundação do Rim, Estação da Luz, Associação Caatinga e outros, além de alguns municípios da região do Cariri, Sobral e Limoeiro.

Para evitar aglomerações, algumas instituições recolheram os alimentos hoje em horários marcados, enquanto outras receberam o material nas sedes das instituições. Dana afirma que as outras cinco toneladas serão distribuídas até a próxima quinta-feira, 30.

“É muito gratificante (a quantidade arrecadada), apesar de o momento ser tão difícil para todos, sabemos que tem pessoas que precisam de muito mais. A quantidade de pessoas que estão passando fome e estão sem realmente nenhum tipo de assistência é alta, de acordo com as informações, vídeos e fotos que recebemos", diz a organizadora.

Segundo ela, ainda que o foco do Instituto Euvaldo Lodi ser gestão e educação, a iniciativa tem sido única por ensinar muita gratificação e reflexão. “É importante sabermos que mesmo diante de tudo isso podemos contribuir com famílias que não têm o que comer, que precisam alimentar seus filhos. Foi um momento de muita felicidade quando eu soube da quantidade que conseguimos arrecadar.”

 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >