PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Hospital emergencial no PV terá 204 leitos até a próxima sexta-feira, 24

De acordo com o prefeito, hospital terá quatro blocos, mas apenas dois estarão prontos para uso até a próxima segunda

Wanderson Trindade
15:25 | 18/04/2020
Roberto Cláudio anuncia abertura do Hospital Emergencial no Estádio Presidente Vargas (Foto: Aurélio Alves)
Roberto Cláudio anuncia abertura do Hospital Emergencial no Estádio Presidente Vargas (Foto: Aurélio Alves)

O prefeito Roberto Cláudio anunciou há pouco que o Hospital Emergencial construído no Estádio Presidente Vargas começa a operar suas atividades neste sábado, 18, com 51 leitos. Em coletiva de imprensa, o gestor comunicou que primeiro bloco já está pronto para o uso e outros três serão finalizados nos próximos dias.

Até a próxima sexta-feira, 24, Fortaleza contará com 204 novos leitos. Serão 336 leitos totais até a primeira quinzena de maio. Segundo o gestor, pacientes internados em Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) devem ser transferidos para o novo hospital em breve. A obra do hospital de campanha está avaliada em R$ 4 milhões, ainda de acordo com RC.

"Quando estamos tratando de salvar vidas, o que importa mesmo é o tempo. É um desafio mundial para a saúde da humanidade. Aproveito para agradecer por todo o empenho, apoio e parceria do nosso governador Camilo Santana. Precisamos de muita união, solidariedade, trabalho e fé", informou o prefeito pelo Facebook.

Na coletiva deste sábado, RC informou que as obras vão continuar até maio e que durante este período operários e equipes médicas não se encontrarão em momento algum. "Não haverá nenhum encontro de fluxo desses profissionais", garantiu. Todos os blocos estarão isolados entre si.

Ao responder sobre como se dará o contato entre familiares e pacientes, uma vez que o hospital deve manter máxima segurança para não haver novas infecções, RC declarou as pessoas vão poder se olhar e se ouvir por meio de monitores. "Além do contato por telefone, vai haver a comunicação visual entre paciente e família", disse.

Fiscalização do hospital de campanha

Os Ministérios Públicos Estadual (MPCE) e Federal (MPF-CE) divulgaram nota nessa sexta-feira, 17, informando que irão fazer o acompanhamento fiscalizatório tanto da construção quanto do funcionamento do novo hospital. Em nota pública, as instituições dizem estar “engajadas na fiscalização do equipamento público”.

Assinado por dez membros dos MPs, o documento comunica que ao prefeito Roberto Cláudio foi recomendada a divulgação na internet de todos os gastos públicos relacionados ao enfrentamento da pandemia. Texto também anuncia que prefeitura já disponibilizou robusto ofício com 1.500 páginas, “de elevada complexidade técnica”, sobre a construção do novo equipamento.