PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Coronavírus: Justiça Federal de São Paulo determina adiamento do Enem

O adiamento foi decidido em função da pandemia do novo coronavírus. A solicitação de isenção da taxa de inscrição, que se encerra hoje, deve ser adiada por 15 dias

23:31 | 17/04/2020
CADERNOS DAS PROVAS que foram aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro do ano passado (Foto: Inep/Divulgação)
CADERNOS DAS PROVAS que foram aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro do ano passado (Foto: Inep/Divulgação)

Decisão da Justiça Federal de São Paulo determinou, na noite desta sexta-feira, 17, que a edição do Enem 2020 seja adiada. A mudança é justificada pela pandemia do novo coronavírus. A solicitação de isenção da taxa de inscrição, que se encerra hoje, deve ser adiada por 15 dias, conforme a decisão judicial. As informações são do Portal UOL.

>> Inep vai garantir isenção do Enem a quem perdeu prazoMarcada, inicialmente, para os dias 11 e 18 de outubro, a prova não tem nova data para ser realizada. A decisão é assinada pela juíza Marisa Claudia Gonçalves Cucio, da 12ª Vara Cível. A magistrada acolheu pedido de ação civil pública proposta pela Defensoria Pública da União (DPU), determinando que o calendário da prova seja adequado à realidade do ano letivo, visto que, em muitos locais, o calendário de aulas está suspenso devido às políticas de isolamento determinadas pelos estados, municípios ou Governo Federal.

"É evidente que os alunos de escola pública estão privados de aulas e acesso às suas escolas, locais onde a informação (sobre o Enem) é compartilhada", afirma a juíza no texto.

No início do mês, o deputado federal Idilvan Alencar (PDT-CE) entrou na Justiça com ação popular solicitando o adiamento do Enem 2020 devido à pandemia do coronavírus.

Assine a newsletter do O POVO sobre o coronavírus.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >