PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Camilo Santana negou nesta semana que salários de servidores públicos do Ceará serão reduzidos

O governo reafirma recente declaração de Camilo segundo a qual são falsas afirmações de que haveria uma diminuição dos vencimentos dos servidores estaduais

12:13 | 17/04/2020
Camilo Santana (Foto: Reprodução)
Camilo Santana (Foto: Reprodução)

O pagamento dos salários de servidores do Estado não será reduzido, conforme afirmou publicamente o governador Camilo Santana (PT) nesta semana. O político garantiu que o pagamento dos salários dos servidores públicos do Ceará será feito integralmente, mesmo com o desfalque econômico causado pela pandemia do novo coronavírus.

Nas redes sociais, circulavam informações de que o governo reduziria o salário dos servidores. Na terça-feira, 14, Camilo Santana foi a público negar o então boato. O governador foi firme e garantiu que remuneração dos servidores não será afetada pela pandemia. Porém, notícias atribuídas a fontes do governo sustentam que haverá redução. Procurada para comentar o assunto, a assessoria de imprensa do palácio da Abolição sustentou que a declaração do governador está mantida e não haverá redução.

Leia também | Sindicatos temem perda de poder de compra em caso de congelamento de salários de servidores 

Com a chegada do vírus em território cearense, Camilo Santana decretou estado de calamidade pública desde o dia 1º de abril, reforçando a necessidade do isolamento social nesse momento. Ao longo da semana, o político deve se reunir com a equipe técnica do governo para avaliar prorrogação do decreto, que está previsto para encerrar na próxima segunda-feira, 20 de abril.