PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Coronavírus: Vestibular 2020.2 da Uece é adiado

No primeiro período, a instituição de ensino registrou 8 mil inscrições

Ítalo Cosme
12:34 | 16/04/2020
Fachada da Uece - Campus Itaperi (O POVO/ BÁRBARA MOIRA) (Foto: Bárbara Moira)
Fachada da Uece - Campus Itaperi (O POVO/ BÁRBARA MOIRA) (Foto: Bárbara Moira)

O vestibular 2020.2 da Universidade Estadual do Ceará (Uece) será adiado. A expectativa é que ocorra no mês de julho. No entanto, a data não foi definida e, caso o cenário epidemiológico não melhore, pode atrasar ainda mais. A programação marcava a primeira fase para 10 de maio; a segunda, em 7 e 8 de junho. A informação foi confirmada pelo professor Fábio Perdigão, presidente da Comissão Executiva do Vestibular da Instituição.

O período de inscrição também será reaberto. No primeiro período, 8 mil vestibulandos haviam se inscrito para o concurso. As novas datas ainda não foram divulgadas. A decisão está em consonância com as medidas de prevenção à Covid-19 adotadas no Estado. A universidade integra o Comitê Estadual de Enfrentamento ao Coronavírus. 

“Decidimos manter as inscrições até o final, apesar de terem iniciado antes da paralisação. Mas mesmo assim, sentimos que foi problemático para muitos alunos. Muitos não conseguiram se inscrever por não irem às escolas. Nossa decisão é que de reabrir por mais um período, por uma ou duas semanas. Lá para o mês de junho ou julho, se as coisas melhorarem. Estamos com dependência devido ao vírus”, comenta Perdigão.

Para o segundo semestre de 2020, a Uece oferece 2 mil vagas, das quais 1.162 são para os cursos de Fortaleza e 838 vagas são para os cursos das unidades da Uece no interior do estado, localizadas nos municípios de Quixadá, Limoeiro do Norte, Itapipoca, Iguatu, Crateús, Tauá e Mombaça.

A 1ª fase prevê aplicação de prova de Conhecimentos Gerais de múltipla escolha, composta pelas três áreas de conhecimentos. Ciências humanas: filosofia, geografia, história e sociologia. Ciências da natureza e matemática: biologia, física, matemática e química. E linguagens e códigos: educação física, língua estrangeira (espanhol, francês ou inglês) e língua portuguesa. Já na 2ª fase, são quatro provas, sendo uma de redação e três específicas, de acordo com o curso escolhido pelo candidato.