PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Diretor da ONU diz que só vacina para coronavírus recuperará normalidade

21:29 | 15/04/2020
Secretário-geral da ONU, o português António Guterres
Secretário-geral da ONU, o português António Guterres (Foto: Fabrice Coffrini / AFP)

O retorno do mundo à "normalidade" só será possível com um esforço conjunto para o rápido desenvolvimento de "uma vacina segura e efetiva" contra o novo coronavírus, que permita salvar vidas e economizar trilhões de dólares, disse nesta quarta-feira, 15, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres.

Em videoconferência com representantes e 50 países africanos, membros das Nações Unidas, Guterres defendeu a necessidade de se acelerar o desenvolvimento de uma vacina "universal" para controlar a pandemia antes do fim deste ano.

"Precisamos de um esforço ambicioso para garantir (...) uma abordagem harmonizada, integrada e otimizada com o fim de maximizar a velocidade e a escala necessárias para a disponibilização universal desta vacina no fim de 2020", insistiu.

Guterres disse que o apelo feito à comunidade internacional em 25 de março de 2 bilhões de dólares em doações para um grande plano humanitário da ONU em resposta à pandemia até agora levou a arrecadar "aproximadamente 20%" desta quantia.

Graças à Organização Mundial da Saúde (OMS), a ONU pôde equipar 47 países africanos com testes para a Covid-19, detalhou.

O chefe da ONU também elogiou os esforços de vários governos africanos para mitigar as consequências da pandemia, citando Uganda, que adiou um imposto para apoiar as empresas; a Namíbia, que oferece fundos de emergência para quem perdeu o emprego; Cabo Verde, que dá ajuda alimentar; ou o Egito, que reduziu os impostos sobre as indústrias.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >