PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Em meio a crise do coronavírus, Trump suspende financiamento dos EUA à OMS

Presidente dos Estados Unidos, país mais atingido pela pandemia de Covid-19 até agora, acusa a Organização Mundial de Saúde de "má gestão" durante a crise

20:08 | 14/04/2020
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em boletim do dia sobre coronavírus
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em boletim do dia sobre coronavírus (Foto: Mandel Ngan / AFP)

O presidente americano, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira, 14, a suspensão da contribuição dos Estados Unidos à Organização Mundial da Saúde (OMS), denunciando a "má gestão" da entidade na pandemia do novo coronavírus.

"Hoje, determino a suspensão do financiamento da Organização Mundial da Saúde enquanto se realiza um estudo para examinar o papel da OMS na má gestão e no encobrimento da pandemia do coronavírus", disse Trump durante coletiva de imprensa. Fundado em 1948, o órgão é a principal autoridade global em saúde pública e faz acompanhamento diário com recomendações a países sobre ações contra o coronavírus.

No início da crise, o presidente norte-americano era um dos negacionistas do poder destrutivo do vírus, chegando a compará-la com uma "gripe" e demorando a instituir medidas de isolamento. Agora, que os Estados Unidos lideram com grande margem as estatísticas de casos confirmados e mortes decorrentes do coronavírus, o republicano busca culpados para a crise sanitária — segundo ele, a OMS e a imprensa.

Segundo a última atualização do Instituto Johns Hopkins, são mais de 600 mil pessoas com Covid-19 nos Estados Unidos e mais de 23 mil mortes

sms/ec/mvv