PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Bairro Meireles supera número de casos de coronavírus em dez estados brasileiros

Até o domingo, 12, sete dos 114 bairros da Capital ainda não apresentavam casos da Covid-19

Ismia Kariny
12:57 | 14/04/2020
Mapa de distribuição dos casos de coronavírus por bairros de Fortaleza (Foto: Reprodução/Twitter)
Mapa de distribuição dos casos de coronavírus por bairros de Fortaleza (Foto: Reprodução/Twitter)

Localizado na área nobre de Fortaleza, o bairro Meireles tem mais casos confirmados de coronavírus do que 10 estados brasileiros, segundo mostra mapa de distribuição dos casos, elaborado pela Prefeitura Municipal de Fortaleza. Foram observados 163 casos na região, até o domingo, 12 de abril.

Conforme observado no boletim do Ministério da Saúde, o bairro Meireles supera o número de casos registrados nos estados de Mato Grosso (134), Mato Grosso do Sul (113), Paraíba (111), Acre (90), Roraima (83), Alagoas (50), Piauí (50), Sergipe (44), Rondônia (42), Tocantins (26). Já o bairro Aldeota, que também registrou um maior número de casos, fica a frente de sete desses estados, com um total de 124 pessoas com Covid-19 confirmada.

Leia também | Ceará registra 1.975 casos confirmados de Covid-19 e 103 mortes

O mapa da Prefeitura, vazado nas redes sociais, também revela que até o domingo, dos 114 bairros da Capital, apenas sete ainda não apresentavam casos confirmados da doença, sendo eles os bairros: Moura Brasil, Conjunto Esperança, Ancuri, São Bento, Bom Futuro, Aerolândia e Sabiaguaba. No entanto, restava georreferenciar 373 dos 1436 casos confirmados na Cidade, até o domingo.

Atualmente, Fortaleza concentra 1713 do total de 1975 confirmados em todo o Ceará, segundo a atualização mais recente da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), publicada às 9h30min desta terça-feira, 14 de abril. Na Capital, ainda há 6478 casos suspeitos em investigação

O POVO entrou em contato na última terça-feira, 7, solicitando o mapa de distribuição dos casos confirmados de coronavírus para SMS, e foi informado de que a pasta não divulgaria essas informações publicamente. O mapa, entretanto, foi encontrado circulando nas redes sociais no último domingo, e só teve veracidade confirmada pela SMS na manhã desta terça-feira, 14.