PUBLICIDADE
Coronavírus
Noticia

Coronavírus: alemães no Brasil devem retornar ao país europeu imediatamente, recomenda embaixada da Alemanha

Comunicado foi publicado através das redes sociais da embaixada da Alemanha no Brasil, alertando os alemães de que os números de infectados por covid-19 no Brasil estão aumentando rapidamente

19:58 | 10/04/2020

Retorno “urgente” e “imediato”, é o que pede o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, aos cidadãos alemães que estiverem em território brasileiro. O comunicado, devido ao cenário de pandemia em decorrência do novo coronavírus (covid-19), foi divulgado nesta quinta-feira (9), referindo-se aqueles que estão no País por um curto período de tempo, a exemplo de estadias de turistas, estágios e programas de voluntariado.

De acordo com Georg Witschel, o governo alemão já havia feito uma recomendação para evitar que fossem evitadas viagens desnecessárias “pelo menos até o final de abril 2020, pois podem ser esperadas restrições drásticas graves e crescentes no tráfego aéreo e de viagens internacional”, diz o embaixador em nota.

Sobre o cenário vivenciado no Brasil, Witschel descreve que o número de pessoas infectadas pela covid-19 “tem aumentado extremamente rápido”. “Devido a esse desenvolvimento, há temores de que a situação aqui se agrave rapidamente. Em alguns estados, os sistemas de saúde já estão ocupados. Enquanto isso, o risco de ficar infectado e adoecer está aumentado”, declara.

"Consequentemente, você pode não conseguir se beneficiar de cuidados médicos adequados. Em muitos lugares no Brasil, muitas vezes existem extensas restrições à vida pública. As fronteiras terrestres do Brasil foram fechadas, as conexões aéreas nacionais e internacionais foram reduzidas - principalmente devido à falta de demanda”, complementa o comunicado.

A embaixada da Alemanha recomenda ainda que os seus compatriotas se registrem na lista de preparação para crises (elefand.diplo.de) para obter suporte sobre como proceder neste momento. Segundo a representação alemã, enquanto não houver o retorno ao país europeu, a ordem é continuar seguindo os anúncios das autoridades brasileiras, das missões diplomáticas alemãs no Brasil e do Ministério Federal das Relações Exteriores.

Alemães no Brasil

O comunicado assinado pelo embaixador alemão Georg Witschel, não diz o quantitativo de alemãs no Brasil, mas afirma que “há pouco tempo” esse número teria caído “drasticamente” devido ao retorno significativo das pessoas à Alemanha.

“O governo não planeja repatriar alemãs do Brasil, que está sempre sujeito a cobrança. As cinco representações alemãs no Exterior no Brasil estão em constante contato com a Lufthansa e outras companhias aéreas, o governo brasileiro e outras representações da União Europeia”, explica Witschel.

Ele também cita que a companhia aérea Lufthansa, e outras companhias europeias, ainda permanecem fazendo voos partindo de São Paulo, e no Rio de Janeiro pela Air France, com destino a Frankfurt. "Voos diários de conexão entre as principais cidades brasileiras também são garantidos", diz o embaixador.

Do Jornal do Commercio para a Rede Nordesteste