PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Camilo recua de decreto que flexibilizava abertura de indústrias e comércio e revoga medidas

A decisão foi tomada após argumentação do Comitê de Saúde do Estado, que demonstrou preocupações com as concessões para os setores voltarem a trabalhar.

Matheus Facundo
00:55 | 06/04/2020
Camilo Santana realizou live nesta quinta-feira sobre coronavírus (Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK)
Camilo Santana realizou live nesta quinta-feira sobre coronavírus (Foto: REPRODUÇÃO/FACEBOOK)

Horas após ter assinado decreto que flexibilizava o isolamento social para a indústria e o comércio no Ceará, o governador do Estado, Camilo Santana (PT), anunciou que vai revogar as medidas no início da madrugada desta segunda-feira, 6, por meio de sua página oficial no Twitter.

Segundo ele, a decisão foi tomada após argumentação do Comitê de Saúde do Estado, que demonstrou preocupações com as concessões para os setores voltarem a trabalhar. 

Na postagem, o governador diz ainda que será publicado novo decreto que, desta vez, manterá todas as proibições dos decretos anteriores. O prazo de isolamento está mantido para 15 dias. Camilo encerra a publicação ressaltando que  "se houve um erro nessa proposta de flexibilização, que seja resolvido imediatamente".


Camilo revoga o decreto cerca de duas horas após o anúncio da flexibilização. A reabertura foi criticada nas redes sociais do governador e até pelo senador e empresário Tasso Jereissati (PSDB). 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >