PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Fábrica de calçados demite mais de mil funcionários em Santa Quitéria

Após demissões em fábrica de Santa Quitéria, empresa pode acabar optando também pelo corte de funcionário na filial de Camocim

16:05 | 03/04/2020
Democrata demite funcionários em Santa Quitéria (Foto: Reprodução / Instagram Democrata)
Democrata demite funcionários em Santa Quitéria (Foto: Reprodução / Instagram Democrata)

A fábrica de calçados Democrata, sediada no município de Santa Quitéria - a 241 km de distância da Capital - paralisou suas atividades na última quarta-feira, 1°, por tempo indeterminado e comunicou a demissão de mais de mil funcionários. Por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19), a empresa demitiu inúmeras pessoas. Ainda permanecem no quadro de contratados gestantes, sindicalistas e a equipe de Segurança do Trabalho.

Além das demissões e da paralisação das atividades, a fábrica teve todos os pedidos cancelados. A Democrata pronunciou que não vai fechar a fábrica de Santa Quitéria e tem a intenção de recontratar os funcionários demitidos quando as atividades comuns a sociedade voltarem ao normal, após a pandemia de coronavírus.

A paralisação das atividades também pode ocorrer na filial da cidade de Camocim - a 344 km da Capital -, se houver o cancelamento dos pedidos. Na unidade, já houve a adoção de férias coletivas até 13 de abril.

A Democrata foi fundada em 1983, na cidade de Franca-SP e iniciou suas atividades no Estado em 1997, justamente com a filial em Camocim. Atualmente, a empresa é uma das principais do país no ramo de calçados e exporta produtos para países da Europa, América Latina e Ásia.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >