PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Multinacional de telecomunicações que opera em Fortaleza assume medidas para garantir conexão de internet em meio a quarentena

Dentre as conexões internacionais realizadas pela empresa estão as conexões entre Brasil, América do Norte, África, Europa e Ásia

Alan Magno
07:38 | 01/04/2020
 Dentre os servidores nacionais que recebem suporte da Angola Cables está a plataforma Globo Play (Foto: JÚLIO CAESAR)
Dentre os servidores nacionais que recebem suporte da Angola Cables está a plataforma Globo Play (Foto: JÚLIO CAESAR)

A Angola Cables, multinacional de telecomunicações que opera em Fortaleza, anunciou recentemente a implementação de diretrizes de contingência ao novo coronavírus em suas unidades. As medidas buscam, além de conter o vírus nas instalações, garantir o bom funcionamento de seus serviços de telefonia e de internet mesmo em meio às condições adversas em decorrência da pandemia. A empresa disse estar empenhada em minimizar quaisquer impactos e suportar a demanda de conexões mundiais entre Brasil, América do Norte, África, Europa e Ásia. Dentre os servidores nacionais que recebem suporte da Angola Cables está a plataforma Globo Play.

Dentre as opções ofertadas pela companhia, o atendimento virtual estará disponível 24 horas por dia e contará com a opção de videoconferência com a equipe de engenheiros da empresa para melhor analisar a necessidade do cliente. António Nunes, um dos diretores da empresa, afirmou que “além das medidas de segurança e de condições de saúde para os funcionários e visitantes, estamos disponibilizando assistência remota e continuada aos nossos clientes”.

A maioria dos funcionários da companhia está trabalhando remotamente, segundo António. A distribuição de equipamentos e suprimentos de higiene em todas as unidades da empresa ao redor do mundo, incluindo o Datacenter de Fortaleza, foi outra medida assumida para manter a boa prestação de serviços e garantir a saúde de seus funcionários, colaboradores e clientes.

A empresa ainda garantiu que mesmo com as ações para manter a normalidade de seu funcionamento, assume a continuidade de suas operações e serviços seguindo as diretrizes fornecidas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Angola Cable tem investido na Capital há cerca de três anos. Desde 2017 já foram mais de R$ 350 milhões de investimentos em instalações e equipamentos. A atuação da companhia em Fortaleza, faz com que a Capital tenha o segundo maior hub de cabos submarinos de fibra óptica a nível mundial