PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Secretário da Saúde confirma transmissão comunitária do coronavírus no Ceará

O total é mais que o dobro do número anunciado na quinta-feira, 19, que era de 24.

14:42 | 20/03/2020
Secretário da Saúde, Dr. Cabeto justifica a alta incidência pelo grande índice de testagem no Estado (Foto: DEÍSA GARCÊZ/Especial para O POVO)
Secretário da Saúde, Dr. Cabeto justifica a alta incidência pelo grande índice de testagem no Estado (Foto: DEÍSA GARCÊZ/Especial para O POVO)

Atualizada às 18h55min

O secretário da Saúde do Ceará, Dr Cabeto, afirmou que já há transmissão comunitária do coronavírus no Ceará. A informação foi divulgada em um live no Facebook. Nesta sexta-feira, 20, em novo boletim divulgado nesta noite, a contagem já soma 68 casos confirmados da doença.

As medidas que estão sendo executadas no Estado, segundo ele, já são resultado da constatação da condição epidemiológica. “A gente está na fase de transmissão comunitária. Então o número de casos vai aumentar. O que a gente precisa é baixar a curva, reduzir o número de contágios por dia”, justifica.

Ainda de acordo com o secretário, os profissionais da saúde, que estão na linha de frente dos atendimentos, têm recebido os devidos insumos para proteção. Segundo Dr Cabeto, o governador Camilo Santana tem mantido contato com governos internacionais, inclusive a China, para colaborar com a importação desses insumos. “E eu tenho certeza de que os hospitais privados estão se organizando, eles que estão agora com maior atendimento. E os hospitais públicos também já contam com estoques de EPIs adequados e a gente vai expandir isso. As UPAs estão preparadas para isso, por isso já estão fazendo atendimento. E a gente já se reuniu com 183 municípios do interior do Ceará e o Estado está fazendo compras em grande volume para que a gente possa disponibilizar para esses municípios, para que a gente possa ajudar. Aliás, esse é o papel do Estado: fazer política pública com responsabilidade e com transparência”, explica.

A recomendação inicial é que os cearenses permaneçam em isolamento por 10 dias, podendo haver prorrogação do período, conforme divulgou Dr Cabeto. Apesar de entender o momento e não estar subestimando a crise, o secretário afirma que não é necessário a população entrar em pânico. “Precisamos de serenidade e de tranquilidade. E tenha certeza, cearense, que nós estamos aqui preparados para dizer a vocês toda a verdade, com toda a transparência, todos os resultados, todos os momentos e todas as estratégias”, completa Dr. Cabeto.

Confira a live do secretário da Saúde:

No Ceará, até a noite desta quinta-feira, 19, foram registrados 24 casos da doença. Quatro a mais do que no dia anterior. Outros 766 ainda são considerados suspeitos. Os casos descartados somam 118, o que representa 13% de todos os notificados. 

Também na quinta-feira, o governador Camilo Santana (PT) anunciou decreto para que estabelecimentos comerciais que não fossem de necessidade direta da população, fechassem.