PUBLICIDADE
Coronavírus
NOTÍCIA

Comércio do Centro de Fortaleza permanecerá aberto com horário flexível durante o surto de coronavírus

O horário das lojas vai variar de acordo com a decisão de cada lojista. O objetivo é não comprometer a renda e os empregos dos funcionários

Matheus Facundo
21:28 | 17/03/2020
Lojas devem seguir protocolo de intensa higienização  (Foto: Bábara Moira)
Lojas devem seguir protocolo de intensa higienização (Foto: Bábara Moira)

Reunião entre a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e entidades do ramo da economia definiu a recomendação de que as lojas do Centro de Fortaleza permaneçam abertas em meio ao surto do novo coronavírus (Covid-19), mas em horário flexível. Documento com proposições foi entregue ao governador Camilo Santana nesta segunda-feira, 16.

“Nós precisamos manter as pessoas empregadas. Porque sem empregos, as pessoas não compram, não acontece o varejo, não tem renda. E também não terá recolhimento de impostos. Todos perdemos”, afirma Assis Cavalcante, presidente da CDL.

O horário das lojas vai variar de acordo com a decisão de cada lojista. O objetivo é não comprometer a renda e os empregos dos funcionários. Medidas de segurança e saúde em consonância com recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) como higienização de estabelecimentos de forma intensa e constante.

"Entre as orientações estão a intensificação da limpeza das áreas comuns das lojas, como balcões, vitrines, banheiros e outras superfícies, e a disponibilização de álcool em gel para os consumidores e funcionários que devem manter constante assepsia", diz nota emitida pela CDL.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >