PUBLICIDADE

Direto da Escola: Esperança

01:30 | 05/11/2019

Alguns diriam palavra antiga, há quem ache fraqueza. Mas não é, e no meio de tanto caos, conseguimos ver o sol.

A esperança dos bombeiros, que com tanto estrago, fizeram seu trabalho com dedicação. Persistiram e se arriscaram, porque acreditam no que fazem, na vida, nas chances e na empatia.

Esperança de quem não é abalado. Quem se move e ajuda a limpar o mar que é de todos. Eles têm fé de fazer o que deve ser feito. Vão atrás de purificar os erros, nocivos como manchas de óleo, com esforço de quem tem o suor sagrado de tanto lutar.

Pois do desespero que vem a esperança e ela não está nos outros, está em nós. Se alguém vai fazer algo, somos nós. Gente que ama e é forte, povo simples, porém verdadeiro. A força da juventude que tem empatia pra mudar o que não será mudado sozinho.

Maria Zilma Rodrigues

TAGS