PUBLICIDADE
Shows e Espetáculos
Teatro Arena Aldeota

Musical infantil "O Feitiço de Moura Torta" é encenado em todos os domingos de agosto

O espetáculo transporta crianças e adultos para um mundo repleto de aventuras, bruxarias, músicas e danças

18:23 | 30/07/2018
Dirigido e adaptado por Hiroldo Serra, o musical se passa no reino da Morôvia e conta a história do Rei Augusto e seus três filhos homens que não tinham interesse em se casar. (Foto: Divulgação/Carolina Geraldo)

Seis décadas de experiência não diminuem a importância do desafio. Foi desafiante para Hiramisa Serra incentivar o primeiro espetáculo infantil do grupo Comédia Cearense, A Revolta dos Brinquedos, em 1958. É assim que, hoje, o filho Hiroldo Serra encara a direção do espetáculo O Feitiço da Moura Torta, o mais recente trabalho do dramaturgo que entra em cartaz aos domingos de agosto, sempre às 17 horas, no Teatro Arena Aldeota.

O Comédia Cearense é um dos mais tradicionais grupos de teatro do Brasil, fundado em 1957,sob a coordenação de Haroldo Serra, pai de Hiroldo.

Recheada de fantasias e efeitos especiais, a montagem surge para Hiroldo como um desafio de criatividade para encontrar soluções cênicas diante dos recursos disponíveis. Com personagens encantados, cheios de magias e transformações, a dança, música e efeitos de fumaça acabam aparecendo como saída para criar uma atmosfera lúdica e fantasiosa.

 

O tema, porém, é concreto. Na adaptação de Hiroldo, o conto original recebe a temática da liberdade de ser quem se é e tomar as próprias escolhas, o que acaba ganhando protagonismo. "Este valor aparece todo na personagem Carolina", explica o diretor, referindo-se à princesa que, na história, rebela-se contra o tradicionalismo dos pais. "'Eu não quero ser igual a você', ela diz. 'Eu não gosto de rosa, eu gosto de preto, eu não gosto de salto, eu gosto de rasteirinha' E é sobre isso que queremos despertar, que a criança pode procurar as próprias escolhas".

A princesa Carolina, que recebe o nome da filha de Hiroldo, é um dos principais destaques da peça, segundo o diretor. O cuidado com a personagem aparece desde a seleção da atriz Larissa Goés, que fez parte do elenco de Velho Chico da Rede Globo, até em escolhas, como roupa e trilha sonora: "Como a princesa é uma roqueira, eu sinto a necessidade que essa música seja ao vivo, coisa que não fazíamos há algum tempo e isso é sempre um desafio. O figurino, também, eu comprei todo na Galeria do Rock, em São Paulo".

Além da princesa, a história também inclui mais dois irmãos de Carolina, os príncipes Eduardo, interpretado por Luis Costa, e Felipe, encenado por Mateus Honori, que também assina a composição musical. Logo no início, os três saem em busca de viajar pelo mundo, mesmo contra a vontade dos pais, que querem os filhos casados, como manda a tradição. Para a viagem, os reis entregam, a cada um, uma laranja e a ordem de só abri-las quando estiverem próximos de água. O único que obedece, Eduardo, quando abre encontra uma flor mágica, que, regada, transforma-se em uma linda princesa, que enfrenta as maldições da velha Moura Torta.

 

O Feitiço de Moura Torta

Quando: nos domingos, 5, 12, 19 e 26 de agosto, sempre às 17 horas

Onde: Teatro Arena Aldeota (rua João Carvalho, 630 - Aldeota)

Quanto: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira)

Informações: https://bit.ly/2n4fXHy

 

IURY FIGUEIREDO